Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility

noticias Seja bem vindo ao nosso site Jornal Folha Sertaneja Online!

Memória Viva

1ª Companhia de Infantaria: 40 anos depois, a turma de 1983 se reencontra e é homenageada

Publicada em 09/02/23 às 15:56h - 646 visualizações

João de Sousa Lima


Compartilhe
Compartilhar a notícia 1ª Companhia de Infantaria: 40 anos depois, a turma de 1983 se reencontra e é homenageada  Compartilhar a notícia 1ª Companhia de Infantaria: 40 anos depois, a turma de 1983 se reencontra e é homenageada  Compartilhar a notícia 1ª Companhia de Infantaria: 40 anos depois, a turma de 1983 se reencontra e é homenageada

Link da Notícia:

1ª Companhia de Infantaria: 40 anos depois, a turma de 1983 se reencontra e é homenageada
 (Foto: Divulgação João de Sousa Lima)

Hoje acordei cedo, me transportei na lembrança há 40 anos, exatos 40 anos que estávamos recebendo fardamento e material que nos acompanharia pelo resto do ano.

Tomei banho, fiz a barba, lustrei o sapato, coloquei a roupa e saí em direção a 1ª Cia. de Infantaria.

Em frente ao quartel nos reunimos e depois adentramos e nos acomodamos no pátio de Formatura. Logo mais a tropa entrou marchando ao som da canção “Fibra de Heróis”.

Uma grande emoção tomou conta dos antigos veteranos.

Acompanhamos a entrada da tropa e logo mais entrou o comandante: Ten Cel Matias Júnior. Em seguida o subcomandante, Capitão Braga, apresentou o grupamento e fez as honras militares ao comandante.

A Banda Marcial, ao comando do Sargento Vicente entoou o Hino Nacional e houve nesse momento o hasteamento do Pavilhão (Bandeira) Nacional, pelo Subtenente Edson e Cabo Gonçalves.

A tropa em forma cantou a Canção da 1ª Companhia de Infantaria, de autoria do tenente Filadelfo Reis Damasceno e do 2º sargento Benoni Rodrigues do Nascimento.

O comandante deu as boas vindas e fez uma homenagem a turma de 1983 e a entrega do distintivo da OM ao 1º Tenente Mendes.

Logo mais a tropa rompeu a marcha cantando o “Hino a Guararapes”, a “Canção Fibra de Heróis”, desfilando em continência ao comandante ao som do “Dobrado Batista de Melo”.

Os veteranos foram incorporados ao pelotão onde marchamos garbosamente, emocionados. Marcando presença estava Audênio, Osmar, Henrique, Sousa Lima, Falcão, Donato, Neto, Laércio, Francisco, Pedro Gomes, Jair, Rodrigues, Edmar, Manoel, Márcio, Luís Antônio, Dimas, Correia, Pereira, Martins, Carvalho, Leal e Freire.

Comemoramos nessa manhã os 40 anos de incorporação à 1ª Cia de Infantaria, reviramos o baú da memória, revivemos o passado, celebramos a vida.

Por um momento senti falta da gandola Verde Oliva, de empunhar o antigo FAL, do cheiro forte da pólvora das munições detonadas no estande de tiros.

Hoje cedo, antes de sair de casa, escrevi um texto para os companheiros e com ele deixo marcado esse dia tão importante para todos:

“Bom dia guerreiros, olha a corneta tocando! Daqui a pouco estaremos comemorando uma data marcante em nossas vidas...

Nós comemoraremos hoje a própria vida, quando muitos de nós já ficaram pela estrada. Não tivemos como transportá-los, pois nesse campo de batalha não temos como interferir. É a lei natural da vida!...

Mas hoje podemos relembrá-los! Hoje passarão em nossas mentes as imagens marcantes do passado. Hoje não teremos sobre nossos corpos as vestes verde oliva, mas teremos o orgulho e a honra de um dia ter servido nossa nação, ter feito parte de uma trajetória onde poucos tiveram essa oportunidade...

Hoje é dia de comemorarmos 40 anos de nossa passagem pelo Exército brasileiro...

Se sintam honrados hoje e sempre! Agradeçamos por tudo isso e por termos tido essa oportunidade pois isso dignificou muito nossas existências...

Vamos em frente! Avante!!! Orgulhosamente celebremos hoje esse capítulo das nossas histórias de vida!

Comemoremos hoje esse momento onde a alma de infante invade o corpo de um jovem senhor que pode bater no peito e dizer:

- Sou veterano do Exército brasileiro! Infante da 1ª Companhia de Infantaria!

Sd Sousa Lima, nº 145,

2º Pelotão de Fuzileiros da 1ª Companhia de Infantaria

Paulo Afonso, Bahia, em 03 de Fevereiro de 2023

João de SOUSA LIMA








ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

4 comentários


José Carlos Nunes da Silva

10/02/2023 - 21:45:02

Tenho muito orgulho de ter servido há 40 anos no 3o Pelotão da 1a Cia de Infantaria. Hoje resido em Campina Grande-PB há 32 anos e todo esse tempo infelizmente nunca pode comparecer nas comemorações dessa grade família de guerreiros de 1983. SaudadesSd NUNES


Zé orlando

10/02/2023 - 08:23:10

Só agradecer a DEUS por ter feito parte desse maravilhoso grupo, e dizer foi e sempre será orgulho pra mim servir o EXÉRCITO BRASILEIRO em especial na 1 COMPANHIA DE INFANTARIA. DEUS,PATRIA,FAMILIA..


Jackson manoel de souza

09/02/2023 - 21:29:15

Muita alegria ter servido, com todos estes guerreiros, não foi possível esta com vcs mais foi muito emocionantes ver todos vcs juntos.parabéns.


JOSÉ JUSCIVALDO DE OLIVEIRA

09/02/2023 - 18:12:59

É com muita alegria que vi Guerreiros da turma de 1983 comemorar junto a Primeira Companhia de Infantaria 40 Anos do Serviço militar.Muitas histórias pra contar, uma delas foram as goiabas, ficou marcado na memória de todos.Um grande abraço a todos.Companheiro de farda.Cabo Juscivaldo


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
07/12/23 - Professor Nery O brado de Galdino
07/12/23 - Destaques do Jornal Folha Sertaneja Escrever e publicar livros em Paulo Afonso
06/12/23 - Minhas Crônicas no Exílio - Luciano Júnior Entre Máscaras e Faces Nuas






Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2023 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!