noticias Seja bem vindo ao nosso site Jornal Folha Sertaneja Online!

Professor Galdino

Oh! Bendito o que semeia. Livros... livros à mão cheia... E manda o povo pensar!

Publicada em 04/05/24 às 15:45h - 187 visualizações

Antônio Galdino


Compartilhe
Compartilhar a noticia Oh! Bendito o que semeia.  Livros... livros à mão cheia...  E manda o povo pensar!  Compartilhar a noticia Oh! Bendito o que semeia.  Livros... livros à mão cheia...  E manda o povo pensar!  Compartilhar a noticia Oh! Bendito o que semeia.  Livros... livros à mão cheia...  E manda o povo pensar!

Link da Notícia:

Oh! Bendito o que semeia.  Livros... livros à mão cheia...  E manda o povo pensar!
 (Foto: Antônio Galdino e Flávio Pezão)

Oh! Bendito o que semeia.

Livros... livros à mão cheia...

E manda o povo pensar!

Estes versos do poema O Livro e a América, do poeta baiano Antônio de Castro Alves, publicado no seu livro Espumas Flutuantes, embora traga na sua essência a exaltação do Mundo Novo, ressalta nestes versos o poder do livro, da palavra escrita...

Paulo Afonso tem se mostrado como um lugar onde muitas pessoas têm procurado externar os seus sentimentos na historicidade de pessoas e lugares ou na narrativa do cotidiano e do imaginário em versos e canções.

Nos dois casos, o prosador e o poeta, irmanam-se nesses caminhos, veredas da vida, estradas desconhecidas e alguns, mais ousados passeiam com bastante leveza e segurança pelos dois caminhos – o da prosa e suas nuances e o da poesia delicada, muito tocante, mesmo quando incomoda e gera burburinhos...

Nesses dias, li com prazer dois livros que recomendo pelo que eles representam como oportunidade de aprendizado, de “se pensar”, como recomenda o poeta Castro Alves e de agregar valores à caminhada.

Obviamente que nesses dois livros eu me senti envolvido. Em um por acompanhar à distância, mas como num diário de viagem, anotando informações e espalhando pelo mundo, neste site, as dificuldades e a comemoração da vitória do seu autor. No outro, igualmente envolvido e honrado pelo autor que, no pôr-do-sol da vida, mantém-se ativo e criativo compartilhando vivências e ensinamentos de que o tempo, quase 84 anos, lhe fez senhor.

O primeiro é a narrativa de uma aventura de um motociclista que quis provar – e como provou – que não se precisa de uma máquina potente, de 800, 1000 cilindradas para se absorver plenamente a alegria, viver intensamente o sentimento de liberdade, de descoberta que faz a alma do motociclista pulsar.

É a aventura do motociclista Flávio Mendonça, conhecido como Flávio Pezão, de Paulo Afonso, filho da pedagoga, escritora e poetisa Socorro Mendonça, umas das fundadoras da Academia de Letras de Paulo Afonso que abre o livro do filho aventureiro com um belo poema que fala de DESAFIOS. No caso, todos vencidos.

Nesse seu primeiro livro, Flávio Pezão conta como foi percorrer mais de 10 mil quilômetros, cruzando 13 estados brasileiros, incluindo nessa aventura em cima de uma pequena moto Honda POP110i, a travessia de toda a enigmática estrada BR-230, mais conhecida como Transamazônica em seus 4.300 quilômetros, desde Cabedelo, na Paraíba até Lábrea, no Estado do Amazonas, quase a metade dela de muita lama e debaixo de chuva pesada com direitos a raios cortando o horizonte...

Depois, pra deixar muita gente de queixo caído, Flávio Pezão decidiu retornar à sua terrinha sertaneja, sua Paulo Afonso, fazendo o trajeto de volta pela região Centro-Oeste, cruzando Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal...

SOB O OLHAR DE UMA POP NA TRANSAMAZÔNICA é o livro de Flávio Pezão que foi lançado durante a realização do Moto Paulo Afonso, no final de abril. É um livro de 120 páginas, com muitas fotos em cores mostrando cenários e documentando a aventura. Muito bom. Dá pra ler num fôlego só.

E como foi feita uma tiragem pequena, está praticamente esgotado. Mas, os interessados podem consulta-lo e, quem sabe, vem aí uma segunda tiragem? O contato do autor é WhatsApp – 75-98855-2296.

 

O outro livro que também recomendo para todos chama-se RETALHOS e Rabiscos. Ele foi escrito no vigor da melhor idade do poeta, cronista e contador de causos Professor Ivus Leal, cearense que se achegou a Paulo Afonso ainda pelos idos de 1968 e não quis mais sair daqui. Aposentado do COLEPA onde lecionava História, sempre foi também um aventureiro por estradas do Brasil de muitos milhares de quilômetros vencidos pelo seu MotorHome durante mais de 20 anos.

Agora, beirando os 84 anos e por proibição de Dr. Parkinson, continua apaixonado pelas estradas, mas agora tem alguém que dirige o seu carro, o que não o impede de continuar rasgando estradas, como o fez para comemorar os 83 anos, em julho de 2023. Abancou-se no lado do motorista, pegou a mulher, a filha, uma neta e foi rever os amigos dos tempos do MotorHome, rodando mais de 6 mil quilômetros. Mais recentemente, foi rever a sua Fortaleza.

E, a cabeça boa continua a produzir textos, causos, reflexões e as últimas, ele reuniu e me pediu para organizar em livro e saiu RETALHOS e Rabiscos que ele lançou no Salão Literário da ALPA, de onde é membro, no final de abril.

Ao criar, idealizar a capa deste livro (a montagem, construção, foi de Admilson Gomes), eu disse ao Editor da Oxente, Rubinho Lima, que o produziu. “A capa de um livro precisa ter um pouco do seu conteúdo, ou da vida do seu autor”. E o que se fez? Em frente à casa do Professor Ivus, na Rua das Acácias, 215, a mesma rua do Clube Paulo Afonso – CPA, existem frondosas craibeiras de que tenho muitas fotos. Elas, floridas, com suas copas amarelas em um céu bem azul, nordestino mesmo, formam um belo cenário. Lembram a vivacidade da juventude, da idade madura, mas vívida, criativa. E lembrei de elementos que também se associam e lembram o Professor Ivus Leal: o pôr-do-sol, que lembra sua idade avançada, o rio São Francisco, razão da nossa presença, de todos nós, por aqui, e a torre da Chesf, lugar onde trabalhou toda a vida em Paulo Afonso. E quando o pôr-do-sol está sobre o rio São Francisco ou sobre uma torre da Chesf, esses elementos se completam. Estas são as orelhas desse novo livro de Ivus Leal, com 140 páginas de muitos ensinamentos para todos, de todas as idades.

Recomento essa leitura, que pode ser feita como quiser. Comece pelo meio, de trás pra frente. Vá para os Rabiscos, depois leia os Retalhos... "O Leitor lê como quiser", diz Ivus.

Desse livro foi feita também uma tiragem bem pequena.

Ele mandou esse bilhetinho: “Se alguém interessar adquirir meu livro está à disposição em minha residência (Rua das Acácias, 215, mesma rua do CPA) nestes horários:

- 10h. às 12h. – 14h. ás 16h e à noite, das 20 às 22h. Está sendo vendido a R$25,00 e pode ser pago pelo Pix 75991334218”.

O Professor Ivus Leal também ainda tem poucos exemplares do livro de poesias: Versos Bonitos de Amor, também por R$25,00.

Esses dois livros do Professor Ivus também podem ser adquiridos no Jornal Folha Sertaneja (Rua da Concórdia, 555 – Chesf – Contato: 75-99234-1740) ou na SUPRAVE.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2024 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!