Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Professor Galdino

Paulo Afonso perde a vereadora pioneira Lizette Alves dos Santos que faleceu há pouco, em Salvador.

O velório da ex-vereadora e professora Lizette Alves dos Santos será na Câmara Municipal de Paulo Afonso

Publicada em 22/06/22 às 13:01h - 2559 visualizações

por Antônio Galdino - atualizada dia 22/06/2022 15:00 horas


Compartilhe
Compartilhar a notícia Paulo Afonso perde a vereadora pioneira Lizette Alves dos Santos que faleceu há pouco, em Salvador.  Compartilhar a notícia Paulo Afonso perde a vereadora pioneira Lizette Alves dos Santos que faleceu há pouco, em Salvador.  Compartilhar a notícia Paulo Afonso perde a vereadora pioneira Lizette Alves dos Santos que faleceu há pouco, em Salvador.

Link da Notícia:

Paulo Afonso perde a vereadora pioneira Lizette Alves dos Santos que faleceu há pouco, em Salvador.
 (Foto: Arq. do jornal Folha Sertaneja)

Recebo com muito pesar a notícia do falecimento, ocorrido há pouco tempo, em Salvador, da nossa querida Lizette Alves dos Santos, também chamada de Lizette Cabral, irmã de Lindinalva Cabral.

Ela caiu em sua casa, e em face da sua idade avançada foi levada para Salvador para uma cirurgia e, já na UTI, teve uma parada cardíaca e nos deixou.

A informação que nos chega é que o velório será em Paulo Afonso, onde também acontecerá o sepultamento. Mas, não há ainda informações sobre a chegada do corpo a Paulo Afonso. Familiares e amigos estão vindo de Recife e de outros lugares para essa despedida triste da querida Lizette

A história de Lizette é mesmo uma grande prova do seu amor por Paulo Afonso. Ela e a irmã se formaram como professoras e vieram, ainda muito jovens para Paulo Afonso, onde já estavam seus pais, Severino Alves dos Santos, conhecido como Severino Dentista, muito querido dos diretores da Chesf e sua esposa, D. Auta Leite Cabral.

Em sua casa, Severino Dentista também recebia muitos políticos importantes do Nordeste em suas visitas à Chesf. Lizette acompanhava todos esses movimentos, essas reuniões periódicas em sua casa.

Quando já se pensava quem seria o primeiro prefeito de Paulo Afonso, o nome do Sr. Severino Dentista foi logo apresentado mas ele não quis. Falou-se então no Sr. Enoch Pimentel mas a diretoria da Chesf não concordou até que foi indicado o nome do Sr. Otaviano Leandro de Morais.

Então, o Sr. Pimentel colocou a filha, Dinalva como candidata e Severino Dentista também apoiou sua filha Lizette. E as duas mulheres foram eleitas para a primeira legislatura da Câmara Municipal de Paulo Afonso.

Desde então, a professora Lizette Alves dos Santos passou a ser a grande apoiadora do Prefeito Otaviano Leandro de Morais nos assuntos voltados para a educação no município que dava os seus primeiros passos.

Também decidiu fixar residência em Paulo Afonso desde aqueles anos de 1950 e morava em frente ao UNIRIOS todo esse tempo, enquanto outros familiares optaram em morar em Recife.

Lizette Alves dos Santos

Lizette Alves dos Santos nasceu em Carnaíba-PE, terra do compositor Zé Dantas, em 15 de novembro de 1936.

É filha de Severino Alves dos Santos e Auta Leite Cabral. A família chegou a Paulo Afonso no ano de 1952, ainda no início das obras da Chesf. Como não havia colégios de ensino médio em Paulo Afonso, Lizette e Lindinalva foram estudar em outras cidades mas sempre voltavam à então Vila Poty, nas férias escolares.

Lizette Alves fez o curso primário na cidade de Custódia-PE e o Curso de Magistério no conceituado Colégio das Damas, na cidade de Vitória de Santo Antão, formando-se como professora no ano de 1955.

A partir de 1956, ficou de vez no Distrito de Paulo Afonso e acompanhava com muito interesse a política local, sempre ao lado do pai, conhecido como Severino Dentista e sempre participava das muitas reuniões políticas que aconteciam em sua casa onde seu pai recebia diretores da Chesf e grandes nomes da política da Bahia e de Paulo Afonso.

Quando Paulo Afonso se tornou emancipada, em 28 de Julho de 1958 e já era forte a campanha para as eleições do primeiro prefeito e dos primeiros vereadores, Severino Dentista foi procurado por diretores da Chesf e lideranças políticas de Paulo Afonso para ser o candidato apoiado pela Chesf, em oposição ao nome de Abel Barbosa. Ele não quis e indicou o nome de Otaviano Leandro de Morais que foi eleito como primeiro prefeito deste município. Mas, o trabalho político de Severino Dentista a filha elegeu Lisette Alves dos Santos para vereadora da primeira legislatura de Paulo Afonso, sendo empossada no dia 07 de Abril de 1959, com mais 7 vereadores que formaram esta primeira legislatura que se encerrou em 7 de abril de 1963.

Vereadores da primeira legislatura de Paulo Afonso: a partir da esquerda: Noé Pereira dos Santos, Lizette Alves dos Santos, Diogo Andrade Brito, Noé Pires de Carvalho, Luiz Mendes Magalhães, Manoel Pereira Neto, José Freire da Silva e José Rudival de Menezes. OBS: Na foto, o vereador Noé Pires de Carvalho, que era suplente, já havia assumido o lugar deixado por Dinalva Simões Tourinho que havia renunciado e voltado para Salvador para concluir seus estudos.

Durante a gestão do prefeito Otaviano Leandro de Morais, a vereadora e professora Lisette foi de grande importância à sua gestão, apoiando as atividades ligadas à área de Educação, participando ativamente para a criação da Escola do Povoado Juá, construída pelo prefeito Otaviano, assim como contribuiu, com sua experiência de professora, na elaboração do Projeto de Lei Nº05/1959, de autoria do vereador Manoel Pereira Neto, que criou o Magistério Primário no município de Paulo Afonso e definia, inclusive o quadro de professoras do município naquela época – 21 professoras, das quais 4 para a sede do município e 17 para a zona rural. Este Projeto de Lei foi aprovado pela unanimidade da Câmara Municipal de Paulo Afonso em 13 de Maio de 1959.

A professora e ex-vereadora Lizette Alves dos Santos é irmã da também professora Lindinalva Cabral dos Santos, que dá nome ao Centro de Cultura de Paulo Afonso e chegou com seus pais e irmãos para morar em Paulo Afonso ainda nos idos de 1952, quando Paulo Afonso se chamava Forquilha e Vila Poty.

Lizette Alves dos Santos, entregando o título de Cidadão de Paulo Afonso a Abel Barbosa em 15/9/2017

Mesmo quando deixou a atividade de vereadora, a professora Lizette continuou desenvolvendo atividades e apoiando ações sociais, também ao lado da irmã, Lindinalva Cabral, especialmente junto às comunidades mais carentes do município.

A professora e ex-vereadora Lizette Alves dos Santos, mora em Paulo Afonso desde o início da década de 1950 até os dias atuais.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

9 comentários


Rosa Anália Lopes Feitosa

22/06/2022 - 19:44:38

Nunca esqueço de quando juntamente com as suas irmãs,passavam a Páscoa na granja da minha avó Anália, na antiga Barreiras,município de Petrolândia-pe, hoje debaixo d'água.Nessa época Lisette,Lindinalva e Lassinha,ambas irmãs,colocavam chocolates dentro dos "quengos"de Coco,para nós,as crianças, procurar até encontrar.Era uma farra maravilhosa.Guardo comigo essa lembrança até hoje!Descansa em paz mulher maravilhosa,descansa nos braços de Deus🙏🙏🙏


Socorro Mendonça

22/06/2022 - 16:46:35

Minha mestra, minha amiga, descansa em paz.Você deixou escrita uma linda história de lutas e sucessos. Representou a mulher de Paulo Afonso muito bem, pioneira na educação e na política. Descansa em CRISTO...PAI MISERICÓRDIOSO.Tua missão por aqui está cumprida !


Freire

22/06/2022 - 15:44:17

Meu Deus ! Quantas lembranças do período que acompanhei de 1958 até hoje. Descanse em paz dona Lizette . Peço a Deus que reserve um bom lugar para a sua vida eterna. Muitos dessa época já partiram e cada um leva um pedacinho da gente..


Joenilda Ferreira

22/06/2022 - 15:28:59

Que a espiritualidade a receba com toda a luz que Lisete trazia dentro de si. Deixa um grande legado como amiga, mulher, cidadã, educadora. Segue em paz querida tia Lisete!


KELLY CRISTINI NOGUEIRA

22/06/2022 - 14:44:43

Deixa um enorme e precioso legado, memórias e saudades sem fim em muitos paulanfonsinos. Nossa grande dama, grande e querida amiga. Vá em paz, Lis. Estará sempre em nossos corações.


Tânia Lima Lopes

22/06/2022 - 14:12:46

Esqueci de dizer que nossa passagem aqui é curta e ela me contou o quanto viajou , conheceu e interagiu com outro Horizonte , isso lhe fez viver e ver que a vida é trem bala , APROVEITEM. FICA A DICA DESSA NOBRESENHORA.


Jovelina

22/06/2022 - 13:57:35

Grande mulher,excelente professora,minha amiga pessoal. Paulo Afonso está mais pobre é a educação está de luto. Vai em paz,minha amiga,o céu te espera.


Tânia Lopes

22/06/2022 - 13:48:22

Fui cuidadora dessa nobre senhora que hoje vira uma constelação , pois diante de tanta pureza e bondade estrela é pouco, aqui na terra só elogios a ela em extensão a família.Amorosos demais. saudades


Klaucius de Morais

22/06/2022 - 13:38:57

A educação de Paulo Afonso amanheceu bem mais pobre. Lamentável mesmo viu? VIDA QUE SEGUE


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12