Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Regional

Acadêmico da ALPA e da ASLA implanta Projeto Manhã Literária em Santa Brígida

Uma iniciativa do poeta e escritor Marcos Antônio Lima em plena Pandemia do Covid-19

Publicada em 22/10/20 às 00:53h - 595 visualizações

por Marcos Antônio Lima


Compartilhe
Compartilhar a notícia Acadêmico da ALPA e da ASLA implanta Projeto Manhã Literária em Santa Brígida  Compartilhar a notícia Acadêmico da ALPA e da ASLA implanta Projeto Manhã Literária em Santa Brígida  Compartilhar a notícia Acadêmico da ALPA e da ASLA implanta Projeto Manhã Literária em Santa Brígida

Link da Notícia:

Acadêmico da ALPA e da ASLA implanta Projeto Manhã Literária em Santa Brígida
 (Foto: Divulgação)


Em meados de setembro, em plena Pandemia da COVID – 19, o Escritor e Poeta, Membro Corresponde da ALPA (Academia de Letras de Paulo Afonso), e Fundador Presidente da ASLA (Academia Santabrigidense de Letras & Artes): Marcos Antônio Lima, um desses incansáveis semeadores de letras, sempre persistente na busca de alternativas para incentivar, instruir e colaborar na criação literária, seja dos Aventureiros da Leitura da Escola Municipal Manoel Nascimento Neto, em Paulo Afonso – BA, coordenados pela bibliotecária Lúcia Nascimento,  seja de alunos (as) do Centro Educacional Zenor Pereira Teixeira, do Povoado Colônia, município de Santa Brígida – Bahia, implantou o Projeto Manhã Literária.

No início do referido projeto, que consiste de oficina que visa estimular a escrita e aprimorar os textos elaborados pelos alunos(as) no decorrer da semana, é realizado nas manhãs de domingo em um cantinho de sala, ainda em reforma, na sua própria residência. Ali, os textos escritos pelos alunos (as) são trabalhados, discutidos e aprimorados. No começo do projeto contava apenas com a participação de Priscila Lopes. Na labuta do dia-a-dia em seu local de trabalho, na MacPot Assessoria, onde mantém uma Vitrine Literária, que possibilita a aquisição das obras dos Imortais da ALPA e ASLA, rica fonte de inspiração, pois como disse Monteiro Lobato: Escrever é gravar reações psíquicas. O escritor funciona qual antena - e disso vem o valor da literatura. Por meio dela, fixam-se aspectos da alma dum povo, ou pelo menos instantes da vida desse povo.

Certa vez, em diálogo com alguns de seus clientes: Gigi, Dinha e João, detectou nas figuras de seus respectivos filhos, prováveis potenciais escritores e Artistas Plásticos. Não pensou duas vezes, fez logo o convite para que os levassem até a sua casa, numa manhã de domingo. O projeto foi evoluindo e ganhando novos adeptos, hoje conta com a participação de sete integrantes: Priscila Lopes, Janaine Santos, Micaely Ludhimila, Evison da Silva Soares, Mariany Santos Lima, Mariany sempre fez leitura de poemas do poeta Marcos, em eventos literários. Maria Taysla da Silva Sá, uma nova e gratificante descoberta, e Flávio Carmo (outra gratificante descoberta), todos eles(as) integrantes da Oficina Manhã Literária que serve de preparação para suas respectivas participações na Antologia do II Encontro de Escritores Santabrigidenses & Convidados.  É possível sonhar mantendo os pés no chão, sem perder a essência da alma, e regando manhã após manhã, a glauca esperança no coração, e como disse Monteiro Lobato: Tudo tem origem nos sonhos. Primeiro sonhamos, depois fazemos. Assim, estamos fazendo a nossa parte.

Marcos Antônio Lima




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


Cilene

10/11/2020 - 19:40:00

Belo exemplo. 👏👏👏👏


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12