Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Local

Liminar prevê que EBSERH e Univasf assumam HNAS a partir de janeiro de 2022

Publicada em 04/11/21 às 15:26h - 550 visualizações

por Ascom/PMPA


Compartilhe
Compartilhar a notícia Liminar prevê que EBSERH e Univasf assumam HNAS a partir de janeiro de 2022  Compartilhar a notícia Liminar prevê que EBSERH e Univasf assumam HNAS a partir de janeiro de 2022  Compartilhar a notícia Liminar prevê que EBSERH e Univasf assumam HNAS a partir de janeiro de 2022

Link da Notícia:

Liminar prevê que EBSERH e Univasf assumam HNAS a partir de janeiro de 2022
 (Foto: Arq. do jornal Folha Sertaneja)

Após ação proposta pela Procuradoria Jurídica do Município de Paulo Afonso, o Juiz Federal João Paulo Pirôpo concedeu liminar nesta quinta-feira (4), para que o Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), seja assumido pela EBESERH e Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), a partir de janeiro de 2022.

Na ação, o município alega o não cumprimento das obrigações pactuadas em 2018 entre UNIVASF, a EBSERH, a CHESF, o Estado da Bahia, relativas à transferência da gestão dos serviços, o que tem comprometido o orçamento municipal, comprometendo inclusive a capacidade orçamentária e financeira.

Diante das alegações, o juiz enfatizou ser incompatível que a Prefeitura arque sozinha com tais despesas, tendo em vista que custeia ainda o Hospital Municipal de Paulo Afonso (HMPA). “Não se pode desprezar o fato que, entre os Entes Públicos envolvidos, o requerente é o que possui a menor capacidade orçamentária. Nesse sentido, é inequívoco que a postura negativa da União e do Estado contrariam as determinações constitucionais e o comando sentencial que definiu ser tripartite a responsabilidade pela manutenção do HNAS na cidade de Paulo Afonso, bem como potencializa a responsabilidade do autor, podendo-lhe causar, inclusive, deficiência no pagamento das contas públicas municipais” diz o texto.

O magistrado encerra a decisão ressaltando as seguintes providências:

1 - A união deverá adotar as medidas necessárias para fazer constar no orçamento do próximo ano as despesas necessárias referentes ao custeio e a

manutenção do  HNAS;

2 - Determino que a UNIVASF/EBSERH elaborem e apresentem um plano de gestão do HOSPITAL NAIR ALVES DE SOUZA – HNAS, no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais);

3 – Determino ainda que, a partir de 01 de janeiro de 2022, a administração do HOSPITAL NAIR ALVES DE SOUZA – HNAS passe a ser gerida pela

EBSERH/UNIVASF.

O juiz enfatiza ainda que, em caso de não cumprimento de medida liminar eventualmente concedida, fique o município autorizado a compensar as despesas realizadas com o HNAS com os tributos federais devidos por este, em especial a contribuição patronal para o INSS.

Clique aqui para ter acesso a decisão:

https://drive.google.com/file/d/1I0dqg5cVvhdEZYG49J-8rtxNJaBfp1Gu/view?usp=sharing

Ascom/PMPA




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


Geliton Pereira da Silva

04/11/2021 - 16:16:37

Parecer muito justo desse juiz, embora o hospital possa dar mais atendimento à saúde dos paulafonsinos, ficaria uma carga muito pesada para os cofres da Prefeitura, ao que parece, não estava preparada para tal


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!