Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Local

Pauloafonsino Bené Lins é o vencedor da letra do hino comemorativo dos 70 anos da igreja de São Francisco de Assis

Ele também participa da 1ª Antologia de Poetas de Paulo Afonso, preparada pela ALPA

Publicada em 04/10/20 às 00:50h - 777 visualizações

por Antônio Galdino com informações de Jardel Menezes


Compartilhe
Compartilhar a notícia Pauloafonsino Bené Lins é o vencedor da letra do hino comemorativo dos 70 anos da igreja de São Francisco de Assis   Compartilhar a notícia Pauloafonsino Bené Lins é o vencedor da letra do hino comemorativo dos 70 anos da igreja de São Francisco de Assis   Compartilhar a notícia Pauloafonsino Bené Lins é o vencedor da letra do hino comemorativo dos 70 anos da igreja de São Francisco de Assis

Link da Notícia:

Pauloafonsino Bené Lins é o vencedor da letra do hino comemorativo dos 70 anos da igreja de São Francisco de Assis
 (Foto: Arq. jornal Folha Sertaneja e Paróquia S. Francisco)


Dia 4 de Outubro dia de São Francisco de Assis que deu nome ao rio que é a fonte de vida e riqueza nos sertões e boa parte do Brasil.

A Paróquia de São Francisco, em Paulo Afonso, todos os anos reunia milhares de pessoas no novenário que se realiza entre os dias 25 de setembro e se encerra com uma procissão fluvial e missa festiva celebrada pelo bispo da Diocese de Paulo Afonso e concelebrada por padres das várias paróquias da diocese e visitantes e convidados.

Este ano, por conta das restrições impostas pela pandemia do Covid-19, as programações de todas as noites foram realizadas de forma online mas a procissão fluvial no grande lago de Moxotó/Canal de PA4 e Prainha de Paulo Afonso será realizada a partir das 8 horas da manhã com uma carreta da Prainha para a Igreja de São Francisco, aberta pelo carro de Bombeiros de Paulo Afonso.

Em todas as noites do novenário de São Francisco foram apresentadas as músicas concorrentes ao concurso do Hino que marca os 70 anos de construção dessa Igreja de São Francisco e, ao final da missa, cantou-se, em todas as noites, o hino vencedor, que foi a canção São Francisco, nosso padroeiro com letra de Bené Lins, pauloafonsino que mora em Salvador e música de Cris Mendes.

Quem é o vencedor com concurso do Hino dos 70 anos da Igreja de São Francisco

Benemário Lins da Silva, Bené Lins, poeta pauloafonsino, é filho de Benedito Xavier da Silva (ex-funcionário da CHESF, Diretor do Colégio Benjamin Sodré e ex-Presidente do Lions Clube de Paulo Afonso) e Maria do Socorro Lins,(Diretora da Escola Lions Clube) e no ano passado, estiveram nesta igreja comemorando 60 anos de vida matrimonial e recordando os batismos dos 06 filhos todos aqui realizados.

O nosso poeta conta hoje com 06 tios e tias residindo nesta cidade. Da parte do seu pai Benedito, seus tios José, Antonio e Francisco. Da parte de sua mãe Socorro, suas tias Gracinha, Dora e Aurinha

O poeta Bené Lins, saiu de Paulo Afonso aos 17 anos para estudar e trabalhar. Hoje aposentado, mora em Lauro de Freitas - BA.

Tem mais de 50 canções feitas a partir dos seus poemas. Em 2006 e em 2009, foi o vencedor do Festival de Música do Sesi – BA. Em 2009, representou a Bahia no Festival Nacional, realizado em Brasília, tendo conquistado o 2º lugar, com a música O Amor e o Apego. Ainda nesse ano, venceu um concurso de poesias promovido pela Casa do Caminho, entidade filantrópica, com o poema Causa e Efeito.

Além disso, Bené Lins está participando da 1ª Antologia de Poetas de Paulo Afonso, promovida pela Academia de Letras de Paulo Afonso, cujo lançamento está previsto para o dia 05/11, aniversário de 15 anos da Academia.  

E agora, como parte dos festejos de 70 anos da Igreja de São Francisco, a sua música SÃO FRANCISCO, NOSSO PADROEIRO, feita em parceria com a música e cantora Cris Mendes, foi a escolhida para ser o Hino Oficial dos 70 anos da igreja do glorioso Santo Padroeiro de Paulo Afonso. 

Atualmente, está em edição o seu livro de poesias A PALAVRA NÃO É A COISA, com previsão para ser lançado em janeiro/21, A campanha de pré-venda desse livro está em andamento, no perfil de Bené no Instagram, @benelins. 

O concurso para a escolha do Hino

O concurso para a escolha do hino dos 70 anos da construção da Igreja de São Francisco foi organizado pela paróquia de São Francisco, dirigida pelo pároco Edinaldo, da Diocese de Paulo Afonso.

Dele participaram 8 concorrentes que foram:

Anderson Ferreira Feitosa, com a canção E Viva São Francisco de Assis.

José Ivan Gomes, com a canção São Francisco instrumento de amor, perdão e fé.

Jovelina Maria Ramalho da Silva, coma canção São Francisco do rio, do povo e da vida.

Bené Lins (letra) e Cris Mendes (música), com a canção São Francisco, nosso padroeiro.

Ivanildo Quirino (letra) e Eduardo Sandes (música), com a canção Hino São Francisco.

Maysa Ketelen Lima da Cruz, com a canção Ó Francisco, Glorioso Padroeiro

Diêgo Vitorino (letra) e Hermanio Junior (música), com a canção São Francisco, fiel defensor.

Camila Gabrielle (letra) e Carolina Alexandra (música), com a canção Águas do Rio São Francisco.

A canção vencedora foi São Francisco, nosso padroeiro de Bené Lins (letra) e Cris Mendes (música), que foi divulgada em uma live transmitida no dia 15 de setembro.

A construção da Igreja de São Francisco, em 1949/1950 

A Igreja de São Francisco, foi inaugurada no dia 17 de Fevereiro de 1950 depois de intenso trabalho para a sua construção, iniciado em 1949, pela Chesf, seus trabalhadores e o apoio da comunidade.

A Chesf investiu 657.142,40 (seiscentos e cinquenta e sete mil, cento e quarenta e dois cruzeiros e quarenta centavos) nessa obra que se reveste de fatos históricos curiosos nesses primeiros tempos de sua existência.

Para a construção da Igreja de São Francisco no Acampamento da Chesf, houve um especial interesse pessoal do Engenheiro Antônio José Alves de Souza, o primeiro presidente da Chesf que, além de destinar uma verba para sua edificação, dentro do orçamento das edificações deste Acampamento, teve participação também no próprio projeto dessa obra, como relata o Engenheiro Francisco Souza, conhecido como Chico do Concreto em seu livro Memórias de um Pioneiro – Uma história com base na cidade de Paulo Afonso, publicado em João Pessoa em 2017, onde também fala sobre as primeiras missas nessa igreja. (Págs.17 e 28/29).

O afresco que está acima do altar e as portas da igreja que lembram as taboas dos 10 mandamentos que Deus entregou a Moisés, tem também lindas histórias.

VEJA MAIS no site www.folhasertaneja.com.br

http://www.folhasertaneja.com.br/noticias/local/430079/1

E nos livros:

De Forquilha a Paulo Afonso – Histórias e Memórias de Pioneiros, de Antônio Galdino da Silva (págs. 272 e seguintes) e Memórias de um Pioneiro – Uma história com base na cidade de Paulo Afonso, de Francisco Souza (págs.17 e 28/29).

E, VEJA, no vídeo a seguir, toda a programação do dia 03 de outubro, inclusive a premiação ao autor do hino, representado por sua tia Gracinha e pelo amigo da família Dr. José Fernandes Neto e entrevista dos autores.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

5 comentários


Paulo Lopis

04/10/2020 - 13:34:27

Não existe,"quase macom"


Bené Lins

04/10/2020 - 11:24:40

Estou com a alma lavada pelas bênçãos de Deus, Cristo e Francisco! Essa igreja, onde meus pais, Benedito e Socorro, se casaram;onde eu e os meus 5 irmãos fomos batizados; onde foi celebrada, no ano passado, a missa pelos 60 anos de união de meus pais... São muitas as lembranças dessa igreja, que, juntamente com o Santo que a representa, estará pra sempre no meu coração! Obrigado! E Viva o glorioso São Francisco!


Colega

04/10/2020 - 10:24:10

Só podia ser filho de Benedito, caro colega da Chesf e do Benjamin Sodré. Grande abraço para o velho Bené, professor de pés no chão. Eu, quase maçom, sugiro a Maçonaria trazer Benedito a Paulo Afonso para alguma espécie de homenagem.


chesfiano

04/10/2020 - 10:15:34

Belos tempos de uma Chesf que não volta mais. esta bela obra de arquitetura, resultado dos homens de visão que fizeram a Chesf e impulsionaram a redenção do nordeste.


chesfiano

04/10/2020 - 10:15:33

Belos tempos de uma Chesf que não volta mais. esta bela obra de arquitetura, resultado dos homens de visão que fizeram a Chesf e impulsionaram a redenção do nordeste.


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12