Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Local

Representantes da Prefeitura e empresários do sistema delivery avaliam retorno das atividades da categoria durante toque de recolher

Publicada em 15/07/20 às 14:00h - 733 visualizações

por Ascom/PMPA


Compartilhe
Compartilhar a notícia Representantes da Prefeitura e empresários do sistema delivery avaliam retorno das atividades da categoria durante toque de recolher   Compartilhar a notícia Representantes da Prefeitura e empresários do sistema delivery avaliam retorno das atividades da categoria durante toque de recolher   Compartilhar a notícia Representantes da Prefeitura e empresários do sistema delivery avaliam retorno das atividades da categoria durante toque de recolher

Link da Notícia:

Representantes da Prefeitura e empresários do sistema delivery avaliam retorno das atividades da categoria durante toque de recolher
 (Foto: Divulgação Ascom PMPA)


Nesta terça-feira (14), uma comissão formada por mototaxistas e empresários de vários setores que utilizam esse serviço para entrega em domicílio, se reuniram com o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Nino Rangel e com o procurador do Município, Ígor Montalvão. Na pauta, a avaliação do decreto estadual número 19.829/2020, que implantou o toque de recolher no município e, consequentemente, suspendeu o funcionamento dessas atividades de 13 a 19 de julho.

Durante o encontro, Nino ouviu as reivindicações do setor tentando buscar com o jurídico uma solução para atenuar os prejuízos. “O decreto é estadual, mas os empresários discordam de alguns pontos e dizem que o município pode fazer modificações. Nós solicitamos que eles formassem uma comissão para discutir o assunto junto ao setor jurídico e buscar uma solução. Como órgão gestor, a Prefeitura se coloca à disposição dos empresários para colaborar no que for necessário e esperamos um resultado que contemple a todos”, falou.

Logo em seguida, durante a reunião que aconteceu na Setic, o procurador Igor Montalvão explicou que, sendo uma determinação do Governo do Estado, somente o governador Rui Costa tem a prerrogativa de modificar, se entender que não causa risco à polulação. “Nós explicamos aos empresários que, por se tratar de um decreto estadual, uma possível modificação só poderá ser feita pelo governador. Mesmo assim, em atenção a eles, a gestão municipal se compromete a solicitar e aguardar a resposta”, disse.

Ascom/PMPA




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!