noticias Seja bem vindo ao nosso site Jornal Folha Sertaneja Online!

Educação & Cultura

Poesias, música e emoção marcam a posse de Maciel Teixeira na Academia de Letras de Paulo Afonso

Solenidade realizada na Câmara Municipal reuniu acadêmicos, familiares e convidados no dia 27 de Junho.

Publicada em 29/06/19 às 18:02h - 1513 visualizações

Antônio Galdino


Compartilhe
Compartilhar a noticia Poesias, música e emoção marcam a posse de Maciel Teixeira na Academia de Letras de Paulo Afonso  Compartilhar a noticia Poesias, música e emoção marcam a posse de Maciel Teixeira na Academia de Letras de Paulo Afonso  Compartilhar a noticia Poesias, música e emoção marcam a posse de Maciel Teixeira na Academia de Letras de Paulo Afonso

Link da Notícia:

Poesias, música e emoção marcam a posse de Maciel Teixeira na Academia de Letras de Paulo Afonso
Presidente da ALPA, Antônio Galdino, empossa o novo acadêmico, Maciel Teixeira  (Foto: Negrito Alcântara)

Maciel Teixeira Lima é um ainda jovem empresário de 50 anos que nasceu em Campinhos, povoado do município de Água Branca e mora em Paulo Afonso há 40 anos onde conseguiu superar as muitas dificuldades e preconceitos e tem se destacado na região como bem sucedido empresário e professor, dentre outras atividades que realiza.

A sua história multifacetada resultou em um livro de sua autoria publicado em 2009 e com o expressivo título O Matuto Empreendedor, um relato fiel de sua caminhada, desde a zona rural de Campinhos, onde ainda criança acompanhava a mãe que se dedicava aos trabalhos na pequena roça enquanto ele e os irmãos brincavam debaixo de um frondoso umbuzeiro, passa pela difícil caminhada de trabalho, desde pegador de fretes em frente ao Supermercado Pinguim em Sobradinho, às atividades como jardineiro, vendedor no balcão de lojas em São Paulo, palhaço para entreter as crianças, dono de loja de roupas de grife, presidente da CDL em Paulo Afonso, à sua formação como psicanalista, administração de empresas, professor da Faculdade Sete de Setembro.

Nadja Cordeiro e Arleide Pereira colocando a estola da ALPA em Maciel Teixeira

Se ele conseguiu superar todas as muitas dificuldades também soube se doar a outros e tem uma vida de serviços prestados à comunidade. Tanto que a Câmara Municipal de Paulo Afonso o homenageou com o título de Cidadão de Paulo Afonso, aprovado pela unanimidade dos 15 vereadores daquele Poder Legislativo.

Gorette Moreira discursa saudando o novo acadêmico Maciel Teixeira

Todas essas qualidades de Maciel Teixeira Lima foram destacadas por Gorette Moreira, que ocupa a Cadeira Nº 19 da ALPA, no seu discurso de saudação ao novo acadêmico da ALPA.

“A ALPA e cada um dos seus membros recebe Maciel Teixeira como membro desta Academia, sempre preocupada com a preservação dos valores culturais literários do nosso município, assim como a sua história e a sua memória e, pelo que Maciel já fez e certamente continuará fazendo por nossa Paulo Afonso, a sua presença entre nós, o seu dinamismo, a sua disposição de servir, certamente acrescentará muito na qualidade da nossa instituição”, disse Gorette Moreira bastante emocionada.

Todos os membros da ALPA presentes nesta solenidade dirigiram palavras de acolhimento e de alegria pela chegada de Maciel Teixeira a esta Academia de Letras. Alguns o saudaram com belas poesias, como o fez a Acadêmica Socorro Mendonça ou o receberam com a boa música, como o fez a Acadêmica Jovelina Ramalho, cantando, em sua homenagem, com o acompanhamento do Professor de violão do Projeto Arte em Cena, do Departamento e Secretaria de Cultura da Prefeitura, Raffael di Oliveira.

Maciel Teixeira recebeu das mãos do presidente da ALPA, Professor Antônio Galdino da Silva, o Diploma de Membro desta instituição cultural para ocupar a Cadeira 11, que tem como Patrono o fundador da ALPA, Abel Barbosa e Silva, falecido em 26 de Abril de 2018.

A estola, símbolo da ALPA, lhe foi entregue por duas amigas muito especiais, de longas datas: a professora Arleide Pereira, que foi sua professora no Colégio Carlina, quando ali estudou Maciel e Nadja Cordeiro, do Sebrae, companheira de Maciel em muitos seminários.

A noite foi também de homenagens ao ex-prefeito e ex-vereador e Abel Barbosa, fundador da ALPA e patrono da Cadeira 11 que agora é ocupada por Maciel Teixeira. Um livro contando a sua história, escrito pelo presidente da ALPA, Antônio Galdino, será lançado no dia 25 de Julho, Dia do Escritor.

Maciel Teixeira, já empossado na ALPA, Cadeira 11, faz o seu discurso

Em seu discurso, Maciel revelou o seu sonho antigo de pertencer a esta Academia e leu um belo poema onde a palavra chave de todos os versos era GRATIDÃO. E revelou também “esses momentos de tão agradável acolhida, são também um doce afago ao meu coração que tem passado, nos últimos dias, por momentos de perdas e de apreensão com doenças de pessoas queridas”.

O novo acadêmico da ALPA também falou do seu livro O Matuto Empreendedor “que foi prefaciado em 2009 pelo professor Antônio Galdino, hoje presidente da ALPA e desta solenidade e que julgamos relançar em 2018, numa versão revista e ampliada com mais informações e onde mantivemos o Prefácio da primeira edição e o relançamos porque entendemos que o seu conteúdo pode servir de exemplo para outros que não podem desistir dos seus sonhos”

Ao encerrar a solenidade o presidente da ALPA afirmou da sua “alegria pessoal em receber esta instituição uma pessoa com o potencial e as qualidades de Maciel Teixeira porque a ALPA é o resultado dos valores individuais que deixam se ser importantes isoladamente mas que se constituem em poderosa força, digna do respeito, da admiração e do reconhecimento de todos quando é vista como uma unidade. A ALPA é coletiva, a soma de muitos valores.

Socorro Mendonça declama uma de suas poesias em saudação ao novo imortal da ALPA, Maciel Teixeira

A ALPA é formada por professores, mestres, pesquisadores, doutores e até pós-doutores e cada um possui um inestimável acervo cultural, alguns até com várias formações acadêmicas e todos precisam se conscientizar que nada disso, que todo esse conhecimento de nada serve se não for compartilhado com outras pessoas. Porque virá um dia, pelo qual todos nós passaremos, quando fecharmos os olhos para esse mundo, tudo o que acumulamos de conhecimento ao longo dos anos, se não o deixarmos com os que nos acompanharam ao longo da caminhada, irão conosco para o túmulo.

Jovelina Ramalho canta, em homenagem ao novo acadêmico Maciel Teixeira

Seja bem vindo, Maciel. Que o matuto que cada um de nós é, sertanejo nem sempre valorizado por outros irmãos brasileiros, nem sempre com os seus valores imensos reconhecidos continuemos a nossa missão. Desde o trabalho de construir metrópoles com São Paulo ao exercício de ouvir o outro e levar a uma criança um verso, uma palavra de estímulo para que ela, humilde, simples e anônima, anos à frente, desponte ocupando cargos nunca antes imaginado como aconteceu com Abraham Lincoln, filho de lenhador que chegou a ser presidente do Estados Unidos da América ou com o nosso Machado de Assis, negro, discriminado, filho de mulher humilde, lavadeira, que, como não havia luz em casa, lia embaixo dos postes da rua e se tornou o fundador e primeiro presidente da Academia de Letras do Brasil”.

Assim como Martin Luther King, negro e ousado, declarou “Eu tenho um sonho” e o seu sonho era ver a igualdade entre os homens americanos, de todas as cores, também tenho o sonho de ver a ALPA, pela grandeza dos homens e mulheres que a compõem, ter o seu espaço e merecer de todos o reconhecimento, o carinho e o apoio à sua caminhada, pelos objetivos de sua existência”.

Raffael di Oliveira, professor do Projeto Arte em Cena, do Depto. de Cultura da Prefeitura




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

4 comentários


Lucilene

02/07/2019 - 12:22:25

Foi um momento mágico e prazeroso. Parabéns a todos os envolvidos. Parabéns a Academia de Letras de Paulo Afonso, pela consolidação da cultura local.


ESTHER MAGALHÃES

30/06/2019 - 15:14:34

Paulo Afonso está de parabéns, em ter este SER de LUZ, o Grande Empresário Empreendedor, Escritor e Psicanalista MACIEL TEIXEIRA LIMA,como Cidadão PAULAFONSINO, que recebeu o prêmio recentemente e agora, como o Imortal da ALPA - Acadêmia de Letras de Paulo Afonso, você merece amado, pois NÃO conheço pessoa mais HUMANA, que tem Amor Incondicional por TODOS. 👋👋👏👏👏👍👍👋🏻👋🏻👋🏻✌️✌️


Socorro Mendonça

29/06/2019 - 18:36:39

Amigo e querido presidente Galdino! Todo o sucesso da ALPA, é reflexo dos seus estímulos, que nos encoraja a ousar. ..lutar..e realizar sonhos comuns à todos. Obrigada presidente, você faz toda diferença.


Marcos Antônio Pereira de Lima

29/06/2019 - 18:31:44

Realmente foi um momento mágico, assim como tem sido os eventos realizados pela Academia de Letras de Paulo Afonso (ALPA). Parabéns, Maciel Teixeira Lima seja bem vindo. 👏👏👏👏👏


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2024 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!