Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Jornal Folha Sertaneja Online
Professor Nery

Voto impositivo: ACM Neto para governador e Rui Costa para senador

Publicada em 20/12/21 às 13:39h - 264 visualizações

por Francisco Nery Júnior


Compartilhe
Compartilhar a notícia Voto impositivo: ACM Neto para governador e Rui Costa para senador    Compartilhar a notícia Voto impositivo: ACM Neto para governador e Rui Costa para senador    Compartilhar a notícia Voto impositivo: ACM Neto para governador e Rui Costa para senador

Link da Notícia:

Voto impositivo: ACM Neto para governador e Rui Costa para senador
 (Foto: imagem ilustrativa da net)

O Orçamento da União é impositivo na sua quase totalidade, o que descaracteriza qualquer governo nivelando todos pela base. Ruim para um país continental sem infraestrutura consolidada. Na hipótese de um governante visionário desenvolvimentista, a anulação certa da hipótese de um grande salto para a frente como aconteceu na era [Getúlio] Vargas e no governo Juscelino Kubitschek. Na Bahia, na era Antônio Carlos Magalhães e no governo Rui Costa. Desnecessário qualquer esforço adicional para que o leitor entenda o nosso título não o considerando ingênuo ou autofágico; quiçá paradoxal. O amor pela Bahia dos baianos torna tudo racional.  


Li alguma coisa sobre ideologias, sistemas e governos e li algumas biografias. Sempre procurei me preparar para colaborar com o desenvolvimento do Brasil, na hipótese de encontrar mentes abertas, pragmáticas e visionárias como a dos chineses e canadenses; dos alemães do pós-guerra, na esperança de não encontrar ouvidos moucos. Os leitores pauloafonsinos estão a ouvir.  


E li alguns livros sobre o governo do presidente americano Richard Nixon, da safra dos presidentes que literalmente combateram na Segunda Guerra Mundial. Não importando o apelido de Tricky Nixon (complicado, sujo, manhoso, enrolão, cheio de truques), foi, no meu entender, um dos melhores presidentes dos Estados Unidos da América. Nixon seguia – com gosto peculiar – a cartilha para a sobrevivência no campo pastoso e escorregadio da política. A matilha de oposição conseguiu pegá-lo e ele foi cassado no meio do segundo mandato.  


Nixon era o vice-presidente no Governo Dwight Eisenhower, ex-Comandante Supremo das Forças Aliadas que derrotaram o Nazismo de Adolf Hitler. Ele nutria grande respeito pelo general-presidente que considerava o seu mentor. Durante um episódio de desentendimento entre o presidente Eisenhower e um seu detrator, ambos amigos de Nixon, este tentou, amigo que era dos dois, fazer o papel de apaziguador. “Logo aprendi”, escreveu Nixon nas suas memórias, “que em situações como aquela, o mediador jamais conseguirá a confiança total dos contendores. Sempre pairará a desconfiança que ele está atuando em favor de um dos dois lados”.  


A citação reminiscente do episódio da autobiografia de Richard Nixon surge em função do conteúdo do primeiro parágrafo desta matéria.  

Sempre o amor pela velha Bahia, berço inquestionável do Brasil nascente.  


Francisco Nery Júnior  


Nota:
Orçamento Impositivo, no nosso texto, se refere ao engessamento da aplicação das verbas federais definidas e direcionadas, em termos proporcionais, ou percentuais, no texto da Constituição do Brasil. 


ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


F. Nery Jr.

20/12/2021 - 15:26:14

O leitor vai encontrar o verbete "Orçamento Impositivo" para justificar a cessão [impositiva; obrigatória] de verbas federais para os deputados e senadores "gastarem" nas suas bases. Uma das coisas que aprendi em Toulouse, na França, é que lá existe a mesma prática, mas com uma diferença fundamental: o direcionamento ou o destino da verba, lá na base, é decidido por uma comissão ad hoc [formada na cidade ou local base do parlamentar].


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12