Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Jornal Folha Sertaneja Online
Professor Nery

Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra

Publicada em 01/06/20 às 21:51h - 1350 visualizações

por Francisco Nery Júnior


Compartilhe
Compartilhar a notícia Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra  Compartilhar a notícia Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra  Compartilhar a notícia Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra

Link da Notícia:

Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra
 (Foto: Antônio Galdino/Arq. da Folha Sertaneja)


Doação do prédio da Administração da Chesf para a cidade de Paulo Afonso – uma questão de honra


E honra é o que não tem faltado à Chesf, Companhia Hidroelétrica do São Francisco, desde os primórdios da sua fundação. Desde 1948, a Chesf tem se firmado, antes de tudo, como uma companhia honrada; sem corrupção nem roubalheiras abertas em âmbito global. Com os seus pioneiros, os que se foram e os presentes, a Chesf continua sendo a joia da coroa do Nordeste brasileiro. Trouxe ânimo e esperança. Alavancou o progresso. Propiciou desenvolvimento. Tem história de sobra para esbanjar.


Em Paulo Afonso, a dinâmica do desenvolvimento impõe a transferência da área administrativa da companhia para as instalações do antigo Centro de Treinamento, CFPPA. O primeiro e vetusto centro administrativo, anuncia a direção da Chesf, será transferido para a nossa amada Escolinha. Ali, a Operação treinava os seus técnicos vindos de todo o Nordeste. Lá se garantia a formação da mão de obra especializada para a produção de energia elétrica. Na Escolinha, os melhores alunos do Colepa se aperfeiçoavam e adquiriam a expertise necessária ao nosso desenvolvimento. Todos são parte, hoje, do esforço de desenvolvimento de todo o Brasil. Alguns atuam no exterior.

Lá estive, como empregado da Chesf, membro da Equipe Pedagógica nos dois últimos anos da minha primeira temporada. Lá, agora, a direção da empresa planeja concentrar a Equipe de Gestão em prédio recentemente construído visando à eficiência e à otimização de recursos. O CFPPA de competentes e dedicados pioneiros continua a mostrar a razão para que veio. E lá, continua a nota do Serviço de Comunicação da empresa, continuarão abrigados setores do IFBA, escola de elite onde também colaborei por quatro anos na minha segunda temporada na Chesf. Não há como escapar da obrigação de declarar o orgulho de ter sido empregado da CHESF, membro da equipe do antigo Centro de Treinamento e assessor cedido ao IFBA de Paulo Afonso, bem como declarar que tudo na região se deve, primordialmente, à cepa e ao denodo do homem nordestino.


A Gestão será transferida para o CFPPA em nova etapa da Chesf em Paulo Afonso e as antigas instalações serão vendidas segundo o comunicado. O patrimônio da companhia de economia mista deve ser preservado sem sombra de dúvida, considerando que os investimentos iniciais foram de origem pública. Muito natural que o setor público e os acionistas busquem adicionar capital ao seu patrimônio.


Não obstante a lógica empresarial, uma questão de honra se impõe: a doação do prédio da atual Administração – APA, à cidade de Paulo Afonso para fins nobres. Grande e honrada, a Chesf certamente não se furtará a fazê-lo. Como um pingo d’água dos seus reservatórios, a doação não esvaziará, de forma alguma, o valor total em bilhões de reais que representa a companhia.


Nada mais natural – e oportuno – para a Chesf que a doação do prédio da Administração para o povo de Paulo Afonso. Simplesmente uma questão de honra e reconhecimento.

Francisco Nery Júnior 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

6 comentários


Pioneiro

05/06/2020 - 09:11:32

A Chesf não pode deixar de praticar este ato nobre.Pode até não doar mas preservar o prédio. É só o primeiro prédio pelo que entendi da matéria.


empregado

04/06/2020 - 20:17:58

Concordo mas a doação deve ser só do primeiro prédio. O resto é bom vender para gerar progresso na cidade


Adendo

02/06/2020 - 11:59:07

Excelente a lembrança de um museu por Paulo Lopis. Há cerca de 25 anos fizemos uma ginkana entre grupos da nossa igreja. O que apareceu de verdadeiras peças de museu sobre os primórdios de Paulo Afonso! Vamos imaginar uma coleta de peças liderada pelos nossos jornais, rádios e sites! Não cremos que os diretores atuais da Chesf sejam insensíveis. Devem, com certeza, ter uma alma interior.


Paulo Lopis

02/06/2020 - 11:23:21

Parabéns ao mestre Francisco Nery pela sugestão! Concordo com a professora Socorro, acrescentado que poderia ser também um museu do que ainda não dispomos.


Anselmo Luis

01/06/2020 - 22:30:12

Olá professorde ingles Francisco Nery tive aula contigo na Quinta série no Murilo Braga e na sétima série na Fazenda Chesf no final da década de 70 e início de 80.Hoje moro em Porto Alegre RS e no final do ano irei fazer uma visita em Paulo Afonso, pois faz 23 anos que não apareço aí.Durante todo estes anos tive outras atividades e não restou tempo.Porém mantenho contato com alguns amigos que mora nesta maravilhosa cidade. Grande absAnselmo Luis


Socorro Araújo

01/06/2020 - 22:07:02

Concordo com vc, Nery. Excelente sugestão de tombamento para abrigar a cultura local: Academia de Letras, artesanato, sala de exposições entre outras áreas.


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12