noticias Seja bem vindo ao nosso site Jornal Folha Sertaneja Online!

Professor Galdino

Morre em São Luiz/MA, o Sargento Amaral, pioneiro do Exército e da Loja Maçônica União do São Francisco de Paulo Afonso

Publicada em 25/03/24 às 01:03h - 615 visualizações

Antônio Galdino


Compartilhe
Compartilhar a noticia Morre em São Luiz/MA, o Sargento Amaral, pioneiro do Exército e da Loja Maçônica União do São Francisco de Paulo Afonso  Compartilhar a noticia Morre em São Luiz/MA, o Sargento Amaral, pioneiro do Exército e da Loja Maçônica União do São Francisco de Paulo Afonso  Compartilhar a noticia Morre em São Luiz/MA, o Sargento Amaral, pioneiro do Exército e da Loja Maçônica União do São Francisco de Paulo Afonso

Link da Notícia:

Morre em São Luiz/MA, o Sargento Amaral, pioneiro do Exército e da Loja Maçônica União do São Francisco de Paulo Afonso
 (Foto: Fotos: Antônio Galdino e Arq. do jornal Folha Sertaneja)

Recebo no final da tarde deste domingo, 24 de março, a notícia do falecimento do Sargento Amaral que, durante muitos anos serviu ao Exército brasileiro em Paulo Afonso e, na reserva há dezenas de anos, estava morando em São Luiz, no Maranhão.

Mas, durante todo o seu tempo em Paulo Afonso consolidou grandes amizades por onde passou. Casado do Núbia, funcionária da Chesf responsável pela merenda escolar, também muito querida, o Sargento Amaral como ficou sendo chamado todo o tempo, mesmo na reservar militar, sempre foi muito querido entre os evangélicos, pelos militares da 1ª Cia de Infantaria e na Loja Maçônica União do São Francisco onde também foi um dos seus primeiros integrantes.

Lembro que, quando ainda estudante do Ginásio Paulo Afonso, nos tempos áureos das comemorações cívicas, organizou-se levar a Tocha do Fogo Simbólico da Pátria, de Paulo Afonso até a cidade de Jeremoabo, cerca de 80 quilômetros e foi o Sargento Amaral o responsável por toda a logística dessa viagem, uma verdadeira aventura para os estudantes. O seu cuidado e planejamento da ação permitiu que esse ato cívico ocorresse sem nenhum problema e no final da tarde da data programada estávamos chegando com a Tocha do Fogo Simbólico da Pátria em frente à Igreja de São João Batista, naquela cidade.

Seus filhos, Amaralzinho, William e Douglas, estudantes do Ginásio/Colégio Paulo Afonso seguiram a carreira militar e todos eles, em altas patentes do Exército brasileiro tiveram e têm funções em altos comandos militares no Brasil.

Reencontrando velhos amigos maçons no Café da Manhã dos 50 anos da Loja União do São Francisco em Paulo Afonso-BA (ago/2018)

Quando a Loja Maçônica União do São Francisco completou o seu cinquentenário, em agosto de 2018, o Sargento Amaral, sua esposa Núbia e seu filho, coronel Willians vieram a Paulo Afonso e participaram de toda a extensa programação dos 50 anos dessa Loja Maçônica, organizada pelo seu Venerável Mestre da época, Antonio Bartolomeu Silva e ali foi homenageado por esta instituição.

Tive a honra de se professor de seus filhos no Colégio Paulo Afonso e eles, sempre muito carionhosos, quando de sua vinda a Paulo Afonso para esta solenidade fizeram duas visitas marcantes: ao Zé Barbeiro e estiveram aqui em casa num encontro muito marcante para as nossas vidas.

Hoje, estamos recebendo algumas notas de pesar pelo falecimento deste querido Sargento Amaral. Uma nota de Sandro Romero que diz “Tio Sargento Amaral, faleceu”. Outra, de Géliton Pereira, do Rio de Janeiro diz: “O nosso Irmão Amaral, após anos de luta, partiu hoje para o Oriente Eterno e vai se juntar aos, então, Irmãos queridos Donato e Salvador. Que o GADU ilumine suas caminhadas nessa nova dimensão”.

Deixamos o nosso abraço e palavras de conforto para Núbia, os filhos e demais familiares com a certeza de que os muitos anos de vida do Sargento Amaral e de sua família em Paulo Afonso, deixou o legado de uma história de vida exemplar, de todos, para a geração do seu tempo e as futuras gerações, como deve ter sido também nos lugares onde passaram a viver, ele e Núbia e seus filhos e familiares.

Em todos nós, fica a alegria, a felicidade de ter convivido por um tempo e guardado sempre a boa convivência, exemplar para todos nós.

Que o Espírito Santo consolador esteja com cada amigo e familiar, fazendo ver a cada um que a sua missão foi cumprida fielmente, que ele Combateu o bom combate, acabou a carreira, guardou a fé”. (2º Timóteo – 4:7)




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


Claucio de Morais

25/03/2024 - 04:36:28

NOSSA FAMÍLIA É SOLIDÁRIA COM OS QUE CONTINUAM NA CAMINHADA!!!


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2024 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12
Converse conosco pelo Whatsapp!