Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Professor Galdino

Cachoeiras de Paulo Afonso continuam abertas até 10 de março

Publicada em 28/02/22 às 13:02h - 660 visualizações

por Antônio Galdino


Compartilhe
Compartilhar a notícia Cachoeiras de Paulo Afonso continuam abertas até 10 de março  Compartilhar a notícia Cachoeiras de Paulo Afonso continuam abertas até 10 de março  Compartilhar a notícia Cachoeiras de Paulo Afonso continuam abertas até 10 de março

Link da Notícia:

Cachoeiras de Paulo Afonso continuam abertas até 10 de março
 (Foto: Antônio Galdino)

Desde 2010, há 12 anos, que não se tinha por aqui a beleza das Cachoeiras de Paulo Afonso, considerada por todos os especialistas em turismo como o maior de todos os atrativos turísticos do município, que também as belezas do cânion do rio São Francisco, o Raso da Catarina, a Serra do Umbuzeiro, os roteiros do Cangaço, dentre eles a Casa de Maria Bonita, e o Complexo de Usinas Hidrelétricas da Chesf que reúne cinco grandes usinas hidrelétricas num raio de cinco quilômetros.

Mas, as muitas quedas das cachoeiras de Paulo Afonso têm sido o grande atrativo desde séculos atrás, e até já foram muito mais volumosas...

Cachoeira de Paulo Afonso, ao lado da Usina Angiquinho. À esquerda, ao lado do mandacaru, a queda do Véu da Noiva.

Início do Cânion do rio São Francisco em Paulo Afonso, vendo-se ao fundo a Furna dos Morcegos.

Cânion do rio São Francisco em Paulo Afonso, vendo-se ao fundo a Usina Paulo Afonso, com os vertedouros abertos

As suas muitas águas, que encantaram o Imperador D. Pedro II, inspiraram o poeta Castro Alves, despertaram em Delmiro Gouveia além da admiração pela sua beleza, a possibilidade de aproveitamento das forças dessas águas para gerar desenvolvimento e progresso e ele construiu a Usina Angiquinho e teve a sua ideia copiada por Apolônio Sales que criou a Chesf para levar a “luz de Paulo Afonso” para todo o Nordeste, voltaram a encantar turistas e pauloafonsinos.

As muitas chuvas nas nascentes dos afluentes do rio São Francisco nas serras de Minas Gerais e no sul da Bahia estão permitindo o retorno da Cachoeira de Paulo Afonso, do Véu da Noiva, da Queda do Capuxu e dos lindos Saltos do Croatá por dois meses inteiros que o primeiro vertimento das águas das cachoeiras no dia 12 de fevereiro de 2022.

Teremos Cachoeiras até 10 de março

Corredeiras originadas da abertura das comportas dos braços do Quebra e Taquari da Barragem Delmiro Gouveia. Essas águas formam os Saltos do Croatá. As águas do braço Principal, formam a Cachoeira de Paulo Afonso. 

Saltos do Croatá.

Saltos do Croatá.

Informa a Chesf, em cuja área de sua jurisdição se encontram as muitas cachoeiras, que haverá águas nessas cachoeiras até o dia 10 de março de 2022, previsão anunciada porque ainda chove nas nascentes dos afluentes do rio São Francisco e as águas mineiras levam cerca de 22 dias para chegarem a estas cachoeiras.

A Chesf também informou ao jornal Folha Sertaneja que estão mantidos os mesmos critérios para a visitação a estas cachoeiras.

Os empregados da hidrelétrica, ainda na ativa, têm acesso liberado sem nenhuma necessidade de agendamento prévio e podem visitar a cachoeira quando desejarem, nos horários comerciais.

Queda do braço do Capuxu

Águas retornam ao leito natural do rio São Francisco, no cânion, após a queda do Capuxu

Os ex-empregados da Chesf, aposentados, também podem visitar as cachoeiras devendo para isso fazer um agendamento prévio através dos telefones 3282-2679 ou 3282-3131. Os horários de visitação são às 8, 9, 10 e 11 horas, pela manhã e 14, 15 e 16 horas, pela tarde. Os ex-empregados devem comparecer à Guarita do Capuxu, ao lado do Parque Belvedere e ali apresentarem a um funcionário da Chesf os comprovantes de aposentadoria dele e de vacina dele e dos acompanhantes. Cumprindo as determinações sobre a pandemia, todos devem estar usando máscaras durante todo o passeio que será acompanhado por um funcionário da Chesf em um veículo da empresa. Estas visitas não têm custo para os visitantes.

No caso dos aposentados da Chesf, tendo em vista o feriadão do Carnaval e tendo em vista que na Chesf o expediente normal só acontecerá na quinta-feira, dia 3 de março, não foi agendado a visitação para os aposentados entre a segunda e a quarta-feira, mas o agendamento recomeça, normalmente, a partir da quinta-feira dia 03 de março e as visitas às cachoeiras estão liberadas até o dia 10 de março. Se houver prorrogação desta data, a Chesf informará oportunamente.

Os não chesfianos e os visitantes que chegarem à cidade devem fazer, antes, o agendamento para essa visita através do Serviço de Atendimento ao Turista, pelo telefone (75)-3281-1634 e, uma vez confirmado o horário de visitação, devem comparecer a este SAT, que fica no início da Avenida Apolônio Sales (entrada da cidade), no espaço do Centro de Cultura Lindinalva Cabral, ao lado da pista de chegada à cidade. Ali serão atendidos pelo pessoal do SAT e encaminhados para os Guias de Turismo da AGTURB que indicará um guia para acompanhar a visita. Esse serviço é pago. Informe-se, no momento do agendamento, os preços para esta visita.

Sejam todos bem-vindos às muitas águas das Cachoeiras de Paulo Afonso!

Saltos do Croatá vistos da ponte de acesso à Cachoeira de Paulo Afonso




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

2 comentários


Jose anchieta Gonçalves silveira

06/03/2022 - 14:33:30

Estas cachoeiras embelezam cada vez mais Paulo afonso cidade que adoro.


Clécio Dourado

28/02/2022 - 18:50:15

Espetacular esta maravilha da natureza. Um presente para a bela cidade de Paulo Afonso que me acolheu é tão bem me recebeu no curso de formação para admissão na nossa Chesf. Parabéns à Folha Sertaneja pela belíssima reportagem.


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2022 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12