Quinta-feira, 18 de Outubro de 2019
Política

José Mota, Dudé, recebe o título de Cidadão de Paulo Afonso na Câmara Municipal em clima de muita emoção.

A participação dos cantores Andreia e José Ivan levou ainda mais emoção ao evento

Publicada em 28/09/19 às 14:54h - 193 visualizações

por Antônio Galdino


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Vereador Pedro Macário, Presidente da CMPA, autor do homenagem entrega o título de Cidadão de Paulo Afonso a José Mota, Dudé, ao lado de sua esposa  (Foto: Antônio Galdino)

Amigos e familiares do empresário José Oliveira Mota, conhecido como Dudé, lotaram as galerias e o plenário da Câmara Municipal de Paulo Afonso na quinta-feira, dia 26 de Setembro no solenidade de entrega do título de Cidadão de Paulo Afonso a este muito querido empresário.

José Matos nasceu na zona rural de Itabaiana, Estado de Sergipe, mas desde os 9 anos de idade viajava acompanhado de familiares para vender legumes e frutas na feira de Paulo Afonso.

Com o passar dos anos, ele teve a ideia de colocar à venda algumas peças de semi-jóias para vender ao lado das frutas e legumes e assim começou a atuar no comércio de Paulo Afonso. Anos depois mudou-se de vez para Paulo Afonso e intensificou a venda de semi-jóias e depois de confecções e com o crescimento do negócio, trouxe algumas das suas irmãs, de uma família de 12 irmãos e se estabeleceu definitivamente no comércio local.

Na solenidade de entrega deste título, muitos oradores elogiaram a sua caminhada desde que se estabeleceu definitivamente na cidade, há quase 20 anos.

Gorette Moreira, presidente da Associação Comercial de Paulo Afonso e vice-presidente da ALPA, também secretária geral da Câmara fez a saudação ao homenageado num discurso cheio de muitas lembranças de convivência e de muita emoção ao lembrar os primeiros tempos, nada fáceis de Dudé, seu “irmão do coração”, em Paulo Afonso.

O homenageado foi saudado com palavras de muito carinho por todos os vereadores presentes a nesta Sessão Solene da Câmara, como o vereador Pedro Macário Neto, o autor do homenagem e ainda Leda Chaves, José Gomes de Araújo, Mário Galinho, Jean Roubert e Cícero Bezerra.

Duas irmãs falaram em nome da família. Sua irmã, a professora Gicélia que foi sua segunda mãe, pois ao sair da roça José Mota foi morar com ela em Itabaiana, foi também sua primeira professora e em seu discurso ressaltou as qualidades sempre positivas, muitos cristãs. “Ao montar sua loja de jóias ele trouxe suas irmãs para morar com ele. Tornou-se um empresário bem sucedido e com a mesma humildade de sempre, que conhecemos deste a zona rural de Itabaiana. Casado há 15 anos com Cidália, tem um filho formado em Medicina que é o seu orgulho”, disse a irmão Gicélia em emotivo discurso.

Em Paulo Afonso, ele estudou no Colégio Carlina Barbosa de Deus onde fez o Curso de Contabilidade e desde criança sempre foi aluno exemplar. É hoje Bacharel em Teologia.

Uma das ações muito relevantes ressaltada pelos oradores foi a sua decisão de assumir a direção da VITRAN onde, durante 8 anos desenvolveu um trabalho que o fez amigo daqueles que ali trabalhavam e “mesmo depois que esta empresa deixou de funcionar ainda hoje muitos são meus amigos”, disse Dudé num discurso pontuado por muitos momentos de intensa emoção.

Os músicos José Ivan e Andréia deram ainda mais motivos para muitas lágrimas e muitos aplausos em uma homenagem que fizeram ao mais novo cidadão de Paulo Afonso, José Oliveira Mota que continua, como disse, sempre Dudé, amigo de Paulo Afonso.

Ao final da solenidade, Dudé ofereceu um coquetel e trouxe para isso a equipe do ISLA justificando que era uma forma de prestigiar aqueles que investem, como empreendedores no comércio de Paulo Afonso.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2019 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12