Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
Local

“Partiu Miguel, para o Oriente Eterno”

Publicada em 23/08/20 às 12:37h - 506 visualizações

por Antônio Galdino


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Das redes sociais)


Dia 21 de agosto, às 10 e meia da noite, as redes sociais traziam para o que dormem tarde a triste notícia do falecimento de Miguel Gomes de Lima, conhecido como Miguel do Bogó.

Logo, ainda avançando pela madrugada do sábado, 22/8, dezenas, centenas de mensagens de dor, de pesar, de tristeza pela sua viagem, vencido pelo coronavírus, em Salvador.

Se a dor imensa alcançou a tantos amigos, conhecidos, familiares amados, também alcançou em peso os seus irmãos da Loja Maçônica União do São Francisco que se reuniram, em mais de uma centena de carros e foram receber o seu corpo, na entrada da cidade, no Bairro Tancredo Neves e num cortejo silencioso o acompanharam até a última morada.

As Filhas do Jó e os DeMolays, são departamentos da maçonaria que reúnem adolescentes mulheres e homens, sempre acompanhados dos ensinamentos dos maçons, a que chamam respeitosamente de tios. Luciano Júnior, lembra da convivência saudável do tio Miguel com estes jovens DeMolays, ainda nos anos de 1990 e ao longo dos anos, nos eventos de que participavam e nas atividades da Loja União do São Francisco.

Diz Luciano Júnior: Era os idos da década de 90. O capítulo (DeMolays) Paulo Afonso inovando, passava a desfilar no 7 de Setembro. Um convite havia sido feito aos tios. Nós, DeMolays íamos desfilar. Era nosso dever cívico.

Na manhã do 7 de setembro, estávamos lá, e a interrogação: será que algum tio vai conosco?

Minutos depois, dentre outros tios, lá estava nosso Miguel do Bogó, com seus belos paramentos maçônicos.

A partir de então ele sempre esteve conosco...

Vai em paz tio Miguel! Que o Pai Celestial te receba e guarde!”

Outro membro da Loja União do São Francisco, que foi o seu Venerável em três mandatos e é hoje Venerável de Honra, Antônio Bartolomeu, conhecido como Professor Bastos, publicou uma tocante mensagem nas redes sociais. 

Ainda ontem sorria pra todos nós.

Meu irmão Miguel: 

"Os que se vão, vão depressa.

Ontem, ainda, sorria pra todos nós. Ontem dizia adeus, ainda da janela. Ontem vestia, ainda, sua roupa de ir à Loja ver os irmãos, terno preto, camisa branca e gravata pretos.

Os que se vão, vão depressa.

Seus olhos grandes e pretos, há pouco, brilhavam. Sua voz forte e firme faz pouco ainda falava. Suas mãos morenas tinham gestos de bênçãos. No entanto, não está mais entre nós.

Os que se vão, vão depressa.

Mais depressa que os pássaros que passam no céu. Mais depressa que o próprio tempo. Mais depressa que a bondade dos homens. Mais depressa que os trens correndo, nas noites escuras. Mais depressa que a estrela fugitiva que mal faz traço no céu.

Os que se vão, vão depressa.

Só no coração do poeta, que é diferente dos outros corações. Só no coração sempre ferido do poeta. É que não vão depressa os que se vão.

Ontem ainda sorria para a sua família e os irmãos.

Não deixe que nossas lágrimas, por mais sentidas e justas que sejam, turvem a nossa visão, impossibilitando que nossos olhos vejam a vida com clareza e serenidade.

Dediquemos ao irmão que partiu pensamentos otimistas e repletos de confiança no reencontro futuro, sem desespero nem revolta.

Se hoje, na sua rotina, pareceu-lhe que ninguém notou a dor que lhe invadia intensamente o peito, saiba que nada, nem mesmo nossas angústias, passam despercebidas ao Grande Arquiteto do Universo.

Confie, persista e prossiga, sempre.

VM.: Honra, Bastos. União do São Francisco.

Or.: Paulo Afonso.

Muitos pauloafonsinos, maçons ou não, ficaram mexidos, entristecidos, com a partida de Miguel do Bogó, mesmo sabendo todos nós que “um dia a gente chega e no outro vai embora”...

Sempre há o choque da despedida, o travo da saudade, a dor da ausência, como disseram seus amigos Jailza Albuquerque, Enildes Barros, Jailson Leonardo, Ana Rúbia, Lúcia Andrade, Sônia, Ivolita, Elizabeth, Luciana, Nilma, Sandro Rogério, Valdenice, Eunice Felix, Socorro Sandes, João Neto, Edilza Varjão, Edson Torres, Graça Farres, Khalil Nogueira, Marcelo Sampaio, Palmira Fortes, Jileno Sandes, Dalvinha, Daniela Silva, Paulo Mergulhão, Lourdinha Ramalho, Arnaldo Patrício, Célia, Semir Brito, Maria José Albuquerque, Eugênia Cunha, Psilander Dutra, José Souza em uma única mensagem. E há dezenas de outras...

Em nome de Roseane e do seu esposo, Professor Edilson, deixamos o nosso abraço sentido e compartilhamos esse sentimento de perda com todos os demais familiares e amigos com a certeza de que, através da nossa fé, teremos o conforto do Espírito Santo para as nossas vidas.

Com o abraço fraterno do Professor Galdino e família.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

3 comentários


VASCONEL HENRIQUE DE SANTANA

27/08/2020 - 21:40:10

MIGUEL: ACREDITO QUE VOCÊ JÁ ESTÁ JUNTO AO SENHOR. TINHA TODOS OS PREDICADOS DE UM GRANDE SER HUMANO. NOS VÍAMOS POUCO, EM FUNÇÃO DA DISTÂNCIA, MAS SEMPRE QUE O ENCONTRAVA AÍ EM PAULO AFONSO, CONSTATAVA SER INALTERADO, SEU BOM HUMOR, PRESTEZA E SOLIDARIEDADE. GRANDE CHEFE DE FAMÍLIA, PAI E AMIGO. MINHAS CONDOLÊNCIAS A SEUS FAMILIARES.


Gilvan Tutu

23/08/2020 - 13:31:26

Foi -se mais um pioneiro da nossa Paulo Afonso, o nosso eterno Miguel do Bogó,sempre com um sorriso,sua marca registrada,recebia e a todos sem distinção.Que Deus o acolha na morada eterna e conforte a sua maravilhosa família. N


Anttonio Almeida Júnior

23/08/2020 - 12:59:51

Perdemos um grande Amigo. A cidade perde um grande Cidadão. A família perde um exemplo de homem íntegro, grande esposo, pai e avô. A família Almeida se solidariza com os amigos e familiares 😞😞😞


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12