Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
Local

Chesf vai transferir todos os escritórios da área administrativa de Paulo Afonso para as instalações do antigo CFPPA

Publicada em 27/05/20 às 13:56h - 699 visualizações

por Antônio Galdino - com informações da Chesf


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Antônio Galdino e Arq. da Folha Sertaneja)


A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco, Chesf, se instalou em Paulo Afonso em 1948 quando esta região era apenas uma região de cinco ou seis casas no meio da caatinga e aqui construiu a Usina Paulo Afonso. Esta construção exigiu a construção da Barragem Delmiro Gouveia e de uma área residencial e administrativa da empresa que ficou conhecida com a cidade da Chesf.

A área administrativa possuía grande número de galpões onde funcionavam os escritórios da empresa, depósitos de materiais para as obras, um ambulatório médico, o artesanato e até uma sala para receber os visitantes.

Com o passar dos anos, e depois de construir, além das usinas Paulo Afonso 1, as usinas 2, 3 e 4 e Usina Apolônio Sales e expandir a sua capacidade de produção de energia hidroelétrica com a construção das Usinas de Itaparica, hoje chamada Luiz Gonzaga, em Petrolândia/PE e da Usina Hidrelétrica de Xingó, em Canindé do São Francisco, a quantidade de funcionários da Chesf, que chegou a mais de 11 mil só em Paulo Afonso, na década de 1970, número que foi reduzido significativamente, a cada ano, com o encerramento das grandes obras de construção de usinas e com a eliminação de cargos não associados à atividade fim da empresa – gerar, transmitir e comercializar energia. Hoje, a Chesf tem no quadro de empregados 3.207 pessoas, das quais 516 em Paulo Afonso.

Ao longo dos anos, os enormes galpões padronizados da empresa existentes em todo o seu acampamento, foram sendo adaptados à nova realidade da Chesf. Uns se transformam no COPA e CPA, ainda no início dos anos de 1950. Outros, foram modernizados e se transformaram nos escritórios administrativos, todos localizados entre a entrada da Chesf, ao lado da Sala dos Visitantes, na Praça das Mangueiras, até próximo ao hospital.

Ali funcionam a Administração da Chesf e os vários órgãos a ela associados, na Rua dos Escritórios. Grande parte desses imóveis já foi disponibilizada pela Chesf para órgãos públicos e instituições ou vendidos. Assim, onde eram os galpões depósitos de materiais e o serviço de transporte, depois de vigilância da Chesf, parte deles foi vendida e outros cedidos para a Prefeitura (Auditório Edson Teixeira) ou para o Ministério Público Estadual.

Em alguns dos antigos galpões foi construído o Memorial Chesf Paulo Afonso. Outro prédio, em frente ao prédio da Administração Regional funcionam uma agência do Banco do Brasil, uma Companhia da Polícia Militar, a agência da Fachesf e a Aposchesf.

O projeto da Chesf é centralizar todas as atividades administrativas desses blocos de prédios dos seus escritórios para o espaço onde foi construído o Centro de Formação Profissional da Chesf, CFPPA, a conhecida Escolinha da Chesf por cujos laboratórios de treinamento já passaram centenas de técnicos de vários países da América Latina, tão elevado era o seu nível de qualidade na formação de profissionais, centenas deles absorvidos pelas próprias usinas hidrelétricas da Chesf.

Hoje, nesses pavilhões do CFPPA funcionam a UNIVASF, com seu curso de Medicina. Em outros pavilhões estão algumas atividades do IFBA e em outro funciona o CAAPA - Centro de Arqueologia e Antropologia de Paulo Afonso - ligado à UNEB, Campus VIII de Paulo Afonso.

Nos últimos anos a Chesf decidiu vender os imóveis ociosos e terrenos em Paulo Afonso e nesta última ação está anunciando a transferência de todos os órgãos administrativos, ainda funcionando na chamada Rua dos Escritórios para funcionarem nas instalações do antigo Centro de Treinamento de Paulo Afonso ou Centro de Formação Profissional, muito conhecido como Escolinha da Chesf. Isso concretizado, a Chesf vai disponibilizar esses imóveis para venda.

É o que informa a Chesf em nota distribuída à imprensa na manhã da terça-feira, 26 de maio de 2020.

Nota da Chesf:

Chesf constrói novo Centro Administrativo em Paulo Afonso
Local centralizará a equipe de gestão da Chesf em Paulo Afonso e reforçará atrações para Visitas Técnicas 

Como parte do projeto de gestão, com foco na eficiência e melhoria contínua de seus serviços de geração e transmissão de energia elétrica, agregando valor à sociedade, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) está se modernizando em Paulo Afonso (BA).

A área de Gestão Administrativa da Companhia, localizada próximo ao centro da cidade, será transferida para novo prédio construído no antigo Centro de Formação Profissional (CFPPA). Com isso, cerca de 150 pessoas que atuam no Município, na área de Administração, irão trabalhar num mesmo local, seguro, com centralização das atividades e otimização de recursos.  O diretor de Gestão Corporativa da Chesf destaca a importância da iniciativa: “essa é uma entrega fantástica e histórica para a Empresa”.  

“A Chesf vem envidando esforços para garantir melhores resultados, tornando-se mais eficiente e competitiva para cumprir sua missão empresarial”, afirmou Marcus Patrick, gerente do Departamento do Centro de Serviços Compartilhados (CSC-NE) em Paulo Afonso, informando que, com a mudança, toda a estrutura do antigo Centro terá melhorias, seja por recursos próprios da Companhia, ou buscando parcerias. “O local será revitalizado, com prédios valorizando a eficiência energética, buscando oferecer o que temos de melhor para os empregados e o público técnico da região”, complementou. 

Um dos benefícios para a sociedade é o fortalecimento das visitas técnicas à Chesf, com a reforma do Modelo Reduzido e das salas profissionalizantes que, atualmente, também são utilizadas pelo IFBA para aulas. Esse reforço contribui para o Turismo local e, também, para o reconhecimento da Empresa. 

O Memorial Chesf permanece no mesmo local, e também terá investimentos para sua revitalização. As atuais áreas ocupadas pela Empresa ficarão disponíveis para a venda tão logo sejam desocupadas.

(Chesf/DEPARTAMENTO DE IMPRENSA, PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO – DPRI)




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentários


Pioneiro

28/05/2020 - 07:36:35

Que a prefeitura compre pelo menos a parte da Administração - APA para alguma espécie de museu. Deverá sair a preço de banana como a Chesf sempre faz.


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12