Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
Local

Câmara de Paulo Afonso é interditada e vereadores e funcionários fazem teste para Covid-19

Publicada em 20/05/20 às 22:56h - 684 visualizações

por Antônio Galdino


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Fotos: site www.pa4.com)


A Câmara Municipal de Paulo Afonso realizava sessão extraordinária na manhã desta quarta-feira, 20 de maio, para discutir projetos de lei apresentados pelos vereadores Marconi Daniel e Bero do Jardim Bahia com a presença apenas dos vereadores e alguns servidores da CMPA. Todos os 15 vereadores estavam presentes.

No momento em que o vereador Marconi Daniel (Podemos) fazia uso da palavra para defender o seu projeto, o vereador Marcondes Francisco dos Santos (PSD) interrompeu a sua fala para informar que o resultado do exame de coronavírsus de uma irmã de servidora da Câmara que estava em serviço nesta manhã, havia chegado e tinha sido POSITIVO.

De imediato, o presidente da Câmara, Vereador Pedro Macário Neto, suspendeu a sessão e também de imediato fez contato com o Secretário Municipal de Saúde, Guiarone Garibaldi expondo a situação.

Ao site do jornal Folha Sertaneja, em conversa por telefone, o presidente da Câmara narrou esse acontecimento e as providências que adotou, após ouvir o Secretário Municipal e também conversar com os responsáveis pela vigilância sanitária.

Informou o vereador Macário que, como a servidora, irmã da infectada, trabalhou regularmente na Câmara nos últimos dias, entendeu ser prudente que todos os funcionários da Câmara em atividade neste dia e que tiveram contato com a colega fizessem imediatamente o teste, tanto como medida de precaução para não serem portadores da doença, sem o saberem, e saírem contaminando outras pessoas, como para manter o clima de tranquilidade entre os próprios servidores da Câmara Municipal.

Igualmente, e pelas mesmas razões, foi também sugerida a imediata realização do teste do Covid-19 com todos os vereadores da Casa.

Antes dessas medidas, cumprindo o protocolo recomendado para esse tipo de problema, uma equipe da vigilância sanitária esteve no prédio da Câmara e fez a higienização de todos os ambientes.

Em seguida, foi realizado o teste com os funcionários e vereadores. O presidente da Câmara de Paulo Afonso afirmou que, por uma decisão pessoal, o vereador Marconi Daniel decidiu fazer o exame em um laboratório particular, tendo, para isso, deixado o ambiente da Câmara, antes da chegada da equipe da vigilância sanitária e retornando em seguida.

Pedro Macário informou ainda que a Vigilância Sanitária interditou todas as instalações da Câmara Municipal de Paulo Afonso e informou à presidência que, de acordo com o protocolo, estas instalações permanecem fechadas, sem nenhum acesso de pessoas, por 10 dias, exceto os membros da equipe de vigilância sanitária que, nesse período, farão mais três higienizações antes da sua liberação para uso público.

O Vereador Pedro Macário concluiu informando que a mesa diretora da  Câmara, antes dessa situação, que era uma sessão extraordinária, já havia aprovado a Resolução Nº 413, preparada pela Secretaria Administrativa da Câmara Municipal de Paulo Afonso no dia 18 de Maio e publicada em 20 de Maio (nesta quarta-feira), na qual altera o Art. 1º da Resolução Nº 411, de 8 de abril de 2020, suspendendo “as reuniões das comissões permanentes presenciais e as sessões plenárias ordinárias presenciais, prorrogando os prazos previstos na Portaria 03/2020, até 06 de junho de 2020”.

A Resolução 413/2020, começa a valer na data de sua publicação, 20/05/2020.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12