Sábado, 30 de Maio de 2020
Local

Durante coletiva, secretário anuncia resultado negativo para primeira suspeita do Covid-19 e fala sobre estratégias do município

Os secretários Ghiarone Garibalde, Elza Brito e Cíntia Rosena além da equipe da Atenção Primária e Vigilância em Saúde, estiveram presentes e responderam as perguntas da imprensa local

Publicada em 16/03/20 às 23:18h - 337 visualizações

por Ascom/PMPA


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação Ascom PMPA)

Uma entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (16), no auditório da Secretaria de Educação, esclareceu as medidas preventivas tomadas pelo município contra o Covid-19. Na oportunidade, foi anunciado o resultado negativo para o primeiro caso suspeito da doença no município.

Os secretários de Saúde, Ghiarone Garibalde; de Educação, Elza Brito e Desenvolvimento Social, Cíntia Rosena, além da equipe da Atenção Primária e Vigilância em Saúde, estiveram presentes e responderam as perguntas da imprensa local.

Ghiarone abriu a reunião fazendo um levantamento geral de todas as medidas tomadas pela Vigilância em Saúde e o documento assinado pelo prefeito Luiz de Deus, que decreta situação de emergência. “Paulo Afonso é o único município da região que tem um plano de contingência para o Covid-19. Estamos tomando todas as medidas preventivas necessárias para que não haja uma disseminação da contaminação. Tudo é muito novo sobre a doença, mas estamos agindo dentro de todos os cuidados para que possamos proteger ao máximo a população”, explica.

Ele ressaltou que entre as medidas tomadas, está também a suspensão de viagens do Tratamento Fora do Domicílio (TFD) para consultas, ficando apenas escalados para o TFD os pacientes que fazem tratamento oncológico. Ele ressaltou ainda que a Secretaria de Estado da Saúde suspendeu as cirurgias eletivas, priorizando as emergências, o que também suspende o transporte desses passageiros.

Guiarone falou sobre todas as ações efetivas contra o coronavírus que estão sendo realizadas e, a partir desta terça-feira (17), uma equipe percorre a área rural para detectar se há alguma suspeita do Covid-19. “Estaremos percorrendo toda a área do município para buscar todos os casos suspeitos e assim tomar todas as providências. Estamos preparados com setor de isolamento no HMPA e estamos preparando o HNAS; as equipes recebendo treinamento e todos voltados para evitar ao máximo que a doença se espalhe. É tudo muito novo para todos nós e vivemos um dia de cada vez, mas buscamos ofertar tudo o que for possível para amenizar qualquer sofrimento”, disse.

A equipe da Vigilância em Saúde explicou ainda que a demora do resultado dos exames é fruto da grande demanda que está tendo no Lacen Salvador. “O Lacen de Paulo Afonso só pode fazer a coleta do material, mas não tem autonomia para fazer o exame, então temos que enviar às Salvador para que lá eles emitam o resultado. O prazo de 48 horas que primeiramente nos foi passado, devido a grande demanda, não está sendo cumprindo. Pedimos calma e paciência à população que assim que tivermos o resultado estaremos divulgando”, falou a coordenadora da vigilância em Saúde, Micheline Moreira.  Ela disse ainda que o município continua com mais três casos sob suspeita e que assim que houver a liberação do resultado pelo Lacen, será divulgado.

Cíntia Rosena falou sobre as mudanças nos programas socioassistenciais da Sedes, explicando que os atendimentos dos grupos de crianças, mulheres, gestantes e idosos dos CRAS e CREAS serão suspensos por tempo indeterminado; o atendimento no Programa Bolsa Família será dividido em dois horários, evitando a aglomeração de pessoas, os cursos da Estação Juventude e do Senai foram adiados, assim como o atendimento no Centro de Referência da Mulher (CRM) e Praça Ceu, no BTN. A secretária reforçou que os projetos continuarão abertos para o atendimento, apenas suspendendo as atividades de grupos.

Sobre as aulas da rede municipal de ensino, Elza ressaltou que o calendário não será prejudicado. “Esses dias que estão sem aula serão descontados das férias escolares do meio do ano. E caso haja necessidade de se estender por mais dias, organizaremos tudo para que não haja prejuízo. A nossa preocupação é proteger os alunos e profissionais da rede, uma vez que temos algumas unidades escolares com mais de mil alunos”, enfatiza Elza. Atualmente a rede municipal de ensino conta com cerca de 17 mil alunos e uma média de 800 profissionais.

A Assessoria de Comunicação do município enfatizou a importância dos meios de comunicação no combate às fakes news, bem como o papel de tranquilizar a população, buscando passar as informações com coerência e responsabilidade, para que se evite o caos. “O papel da imprensa é de extrema importância porque, em situações como essa, podem trazer um caos ou amenizar a apreensão de todos. Pedimos aos colegas que busquem evitar o alarde e a propagação de notícias falsas, que orientem a população sobre os cuidados e o que devem fazer caso estejam com algum sintoma do coronavírus. Acho que não precisamos de caos, mas de solidariedade”, diz a jornalista Veruscka Alcântara.

O assessor de comunicação, Fábio Salvador, lembrou que as notícias oficiais sobre exames e ações da Prefeitura no combate à doença sairão pela Ascom. “O que precisarem de informações podem procurar a Ascom, que é o órgão oficial e está apta para tirar as dúvidas juntos as secretarias e setores pertinentes sobre o coronavírus. Estamos sempre prontos a atendê-los”, enfatiza.

(Ascom/PMPA)




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12