Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
Local

Sob forte comoção popular, corpo de mãe morta pelo filho é sepultado em Paulo Afonso

Publicada em 15/05/19 às 19:42h - 354 visualizações

por Folha Sertaneja com os sites PA4.com e PA24horas.


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Fotos de Carlos Alexandre e Facebook)

Paulo Afonso viveu desde a tarde de 14 de Maio um clima de grande comoção popular pela morte da Sra. Janice Neves Nascimento Monteiro, mais conhecida como Jane, 45 anos, assessora parlamentar da Vereadora Irmã Leda, da Câmara Municipal de Paulo Afonso.

Ela foi morta pelo próprio filho Rafael Patrício Neves Barbosa de 21 anos, que é dependente químico e sofre de esquizofrenia.

Com o apoio da vereadora Leda, Rafael estava em tratamento em clínica especializada em Arapiraca, de onde fugiu na quarta-feira dia 8 de Maio, retornando para Paulo Afonso. Apurou a reportagem que Rafael foi acolhido pela mãe que recebeu um telefonema da Clínica informando da fuga do paciente e ela teria dito que ele estava com ela e que ela teria pedido para que ele ficasse com ela para passar o dia das mães e assumiu o compromisso de leva-lo de volta à clínica, pessoalmente, logo após essa data.

A vereadora Irmã Leda, que é enfermeira, informou que Rafael, por conta da esquizofrenia, precisa tomar medicação especial e contínua e que ele, desde que fugiu da clínica, vinha se recusando a fazer uso desses medicamentos e que isso pode ter levado ao surto que o levou a matar a mãe.

Soube-se também que a mãe foi morta porque se recusou a dar dinheiro ao filho para que ele comprasse a droga.

Logo após o crime, o autor foi preso em flagrante pela polícia militar.

O assassinato de Jane chocou a população de Paulo Afonso, principalmente porque a vítima era uma pessoa muito querida e amada na sociedade. Ela era assessora parlamentar da vereadora Leda Chaves e no local aonde trabalhava (Câmara Municipal), cultivou grandes amizades. 

O criminoso era o mais velho dos cinco filhos e dizem as pessoas mais amigas de Jane, que mesmo ele tendo problemas com o vício das drogas ou talvez por isso mesmo, a mãe nunca deixou de amá-lo e sempre buscava ajuda para a sua recuperação. Ela e os outros filhos, todos pequenos e dois deles gêmeos, frequentavam uma igreja evangélica em Paulo Afonso.

“Havia nela uma força tão grande que só podia vir do próprio Deus. Guerreira, mulher de fé e de um coração lindo! Ainda perplexa com tamanha barbaridade. Deus a recolheu! Que o Espírito Santo console os corações dos familiares e que eles tenham forças para guardar seu legado de fé!.” declarou Anny Kesia Santos ao site PA4.com.br.


“Sem palavras pra definir a tristeza desse dia de hoje. Tragédia inenarrável! Adeus minha amiga, Jane Neves!.”, disse a amiga Aida Santos.


Durante todo o tempo ao lado do caixão, a vereadora Irmã Leda dizia ao Folha Sertaneja: “Eu não perdi apenas uma grande colaboradora, perdi uma grande amiga, uma irmã”.

Num clima de muita comoção e lágrimas, o corpo de Jane foi velado desde a noite do dia 14 de maio até às 15 horas do dia 15, na Câmara Municipal de Paulo Afonso de onde saiu para ser sepultado no Cemitério Padre Lourenço Tori.


O presidente da Câmara, Vereador Pedro Macário Neto, decretou luto de três dias pelo falecimento da assessora parlamentar Janice Neves Nascimento Monteiro.

O filho criminoso foi preso em fragrante e foi levado para a Delegacia Territorial de Polícia Civil de Paulo Afonso e se encontra preso em cela da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher - DEAM - e responderá por feminicídio, crime que está incluído na modalidade de homicídio qualificado e a pena prevista é de reclusão de 12 a 30 anos.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12