Sábado, 30 de Maio de 2020
Colunistas

Covid-19: multas pesadas e advertências, uma prefeitura que se impõe

Publicada em 07/04/20 às 14:07h - 165 visualizações

por Francisco Nery Júnior


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Imagem ilustrativa)


E o vírus vai ganhando terreno entre nós. Estamos levando a guerra na maciota. E ele vai fazendo vítimas. Estamos testemunhando as nossas autoridades locais – e nacionais - travarem a luta contra a epidemia ao que nos parece com responsabilidade e denodo. 


Diríamos mesmo com aperreio. Passei de carro e vi, há poucos dias, um gerente-geral de uma instituição bancária, embaixo do sol escaldante, lutando para organizar a longa fila de entrada de acordo com as orientações das autoridades sanitárias.


Eles são autoridades porque nós lhes delegamos o poder de nos coordenar. Temos que ir por eles nesta hora de vida ou morte. Têm a nossa delegação e devem ser duros. Sabemos que o sacrifício é para todos. Assim deve ser. Mais tarde, vamos lhes agradecer. Cantar louvores e erigir estátuas.


Olhe o leitor a posição firme do prefeito de Marcq-en-Baroeul na França.

Segue a tradução da matéria publicada em 07.04.2020 pelo Le Monde de Paris.

 

Um prefeito proíbe as cusparadas e o descarte de máscaras e de luvas na rua

O prefeito de Marcq-em-Baroeul (norte da França) baixou um decreto que proíbe os cidadãos de cuspir na via pública, [lá] descartar máscaras ou luvas ou ainda de espirrar sem cobrir o rosto, sob pena de uma multa de 68 euros [cerca de 400 reais], que pode chegar a 180 euros em caso de atraso no pagamento.

“O material de proteção individual descartável, tipo máscara antivírus, qualquer que seja o tipo, combinação, luvas, lenços, não pode, em nenhuma hipótese, ser depositado, jogado ou abandonado em locais de domínio público”, determina este decreto assinado em 02 de abril, visando a tomar “medidas complementares de higiene e outras tais” no espectro da luta contra o Covid-19. “É proibido cuspir na via pública” e “é obrigatório cumprir as medidas de contenção do vírus e, mais particularmente, cobrir o rosto durante um espirro ou qualquer outro ato de expulsão de saliva (...) particularmente os definidos pelos controles das forças de segurança”, define ainda o texto.

 

A seguir, o texto original, para os estudantes de francês.

Un maire interdit les crachats et l'abandon de masques et de gants dans la rue 

Le maire de Marcq-en-Baroeul (Nord) a pris un arrêté interdisant aux habitants de cracher sur la voie publique, d'y abandonner des masques ou des gants ou encore d'éternuer sans se couvrir le visage, sous peine d'une amende de 68 euros, majorée à 180 euros en cas de retard de paiement.

"Le matériel de protection individuelle jetable, de type masque antivirus quelle que soit sa nature, combinaison, gants, mouchoirs, ne peut en aucun cas être déposé, jeté ou abandonné sur le domaine public", précise cet arrêté signé le 2 avril, et visant à prendre des "mesures complémentaires d'hygiène et de propreté" dans le cadre de la lutte contre le Covid-19."Il est interdit de cracher sur la voie publique" et "il est obligatoire de se conformer aux gestes barrières et plus particulièrement, de couvrir son visage lors d'éternuement ou pour toute expulsion de salive (...) particulièrement lors des contrôles des forces de l'ordre", annonce encore ce texte.

 

Introdução e tradução de Francisco Nery Júnior

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentários


Crenildo

09/04/2020 - 07:51:50

E a nossa prefeitura companheiros


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)99234-1740

Copyright (c) 2020 - Jornal Folha Sertaneja Online - Até aqui nos ajudou o Senhor. 1 Samuel 7:12